Como melhorar a taxa de entrega da sua mala direta em 5 passos

Há algum tempo a ReturnPath, uma empresa mundialmente conhecida relatou que 1 em cada 6 emails nunca chegam a caixa de entrada dos usuários. Este é um dado global, de acordo com informações extraídas de uma análise de 500 milhões de mensagens, que faziam parte do seu relatório anual de emails que chegam na caixa de entrada.

Comparando com o correio tradicional, é possível verificar que os resultados são assustadores. Imagine que a cada 6 cartas o carteiro perdesse uma, você não ficaria satisfeito.

Por que, só porque você está enviando mala direta você deveria ficar satisfeito?

Por que, só porque você está enviando mala direta você deveria ficar satisfeito?

A maioria de nós não se preocupa tanto pois são mensagens eletrônicas e não impressas.

Além do fato de que normalmente enviamos milhares, mesmo centenas de milhares, de emails de cada vez e de forma mais barata do que uma carta tradicional, isto faz com que as pessoas acabem por ignorar estes números.

Mas se pararmos para pensar o que realmente significa a perda de 1 em cada 6 emails, as conclusões não são muito agradáveis. Vamos analisar isto de outra forma, se 1 a cada 6 emails enviados forem perdidos:

  • Estamos basicamente ignorando 1 em cada 6 clientes em cada campanha
  • Estamos jogando fora 1/6 do nosso orçamento em email marketing
  • Nossa campanha de email será 17% pior do que se todos os emails tivessem sido entregues
  • Se emails importantes são perdidos, como notificações, as consequências podem ser muito piores

Então o que podemos fazer para melhorar a taxa de entrega?

Existem algumas coisas que podem ser feitas, neste artigo vamos explicar cinco aspectos que vão ajudar você a  melhorar a taxa de entrega da sua mala direta.

1Verifique a sua reputação de remetente

Com o Sender Score

O primeiro passo para melhorar a taxa de entrega é descobrir se existe algum problema. Se o sender Score (reputação do remetente) é baixa, os ISPs podem rejeitar sua mala direta automaticamente.

É bastante fácil de verificar a sua reputação em senderscore.org (embora geralmente só funciona se o volume de envios for realmente grande). Os relatórios gratuitos, verificam se você utiliza SSL, se você tem um Registro SPF configurado, e muitas vezes irá levar em conta suas campanhas recentes.

Vale a pena verificar essas informações para determinar se há algum problema de entrega na sua mala direta.

Confira os feedback loops  públicos (FBLS)

Feedback loops públicos, mais conhecidos como FBLs, são outra maneira de medir a sua reputação através de queixas recebidas pelos principais ISPs.

Você pode acessar essas informações, por exemplo:

– [Yahoo! Complaint Feedback Loop

– [Microsoft Services for Senders and ISPs

– [AolPostmaster Feedback Loop Information

2Recupere sua reputação de remetente

Agora é ora de agir  corrigir uma eventual baixa reputação de remetente, temos que considerar que uma parte fundamental são os filtros dos ISPs. Os ISPs (gmail, hotmail, yahoo) pensam primeiro em seus próprios clientes, e irão tentar defender seus usuários, evitando que recebam spam. É claro que você não envia Spam, mas é preciso provar isso com cada mala direta enviada.

Para melhorar a reputação, você pode começar enviando apenas para um pequeno número de assinantes, usuários que você sabe que seguramente vão abrir sua mala direta. Como será visualizada por todos os usuários, a sua reputação de remetente irá melhorar, e a confiança depositada pelos filtros antispam irá Aumentar.

Aos poucos, podemos aumentar o volume de emails, mas sempre tendo o cuidado para não prejudicar sua reputação.

3Mantenha a credibilidade do remetente

Configure um SPF para seu domínio

Como fazer para manter uma boa reputação de remetente? Uma boa maneira é configurando um registro SPF para seu domínio, caso você ainda não o tenha configurado.

O registro SPF é uma ferramenta de validação que permite que os servidores de email possam determinar se um email foi enviado com permissão do domínio indicado como remetente da mensagem.

Criar um registro SPF não é muito difícil, se você puder adicionar um Registro de DNS para o seu domínio. Se você quiser saber mais sobre o SPF você pode acessar o site “OpenSPF.org” ou  “Google Apps” (também temos um artigo muito bom sobre o registro SPF em nosso blog).

4Filtre sua lista retirando assinantes de pouco valor que podem danificar sua reputação

É verdade que, para enviar mala direta, a maior parte dos usuários deseja ter o maior número de assinantes que for possível. É comum pensar que quanto mais assinantes, melhores serão os resultados.

Mas isto não é sempre assim. Se os seus assinantes não estão realmente interessados em sua mala direta, ou talvez nem mesmo reconhecem seus emails, você tem um problema. Se os assinantes não estão adequadamente envolvidos com a sua marca é muito mais provável que decidam marcar seus emails como spam.

Se você não os retirar, sua reputação pode ser prejudicada, E isso significa que os assinantes que realmente querem receber sua mala direta podem não recebê-la. Isto pode ser um problema sério com o tempo.

Limpe sua lista de assinantes

Esta é a primeira coisa a fazer. A sua ferramenta de email marketing permitirá identificar os assinantes que oferecem menos valor para sua campanha (inativos) e emails inválidos ou com erro.

Se você enviar e-mails continuamente para endereços que não existem sua campanha terá elevadas taxas de bounces. Algo que afeta diretamente sua reputação de remetente (A Mailrelay gerencia emails devolvidos automaticamente).

Utilize assinaturas double opt-in

Embora seja muito tentador usar opt-in simples, porque, aparentemente, você poderia conseguir mais assinantes tornando o cadastro mais rápido. Isto é verdade, porém a qualidade da sua lista será muito mais baixa, o que irá gerar um número maior de complaints.

Use um processo de registro double opt-in, pois esta é uma ótima opção para filtrar os assinantes que não estão realmente interessados em receber sua mala direta. Aqueles que optarem por concluir o processo de assinatura,  estes serão os que estarão realmente interessados em receber suas campanhas. Com este tipo de assinantes suas campanhas de email marketing terão uma taxa de entrega muito maior. E você também terá melhores resultados.

5Crie o design da sua mala direta com foco na entregabilidade

Para fazer isto você precisará ter em conta determinados aspectos da gestão de suas campanhas de email marketing, problemas que podem afetar sua reputação de remetente.

Evite picos de envios

Muitos especialistas em email marketing irão dizer que você deve ser coerente e utilizar sempre o mesmo cronograma de campanhas, porque dessa forma os seus assinantes irão confiar mais em sua marca. Mas há uma outra razão para esse planejamento.

Os picos de envios, por exemplo ficar algumas semanas sem enviar nada, para poder preparar uma grande campanha, é uma estratégia que pode prejudicar a sua reputação de remetente. É melhor manter uma freqüência constante de emails, tanto para ganhar seus assinantes como os filtros dos ISPs.

Pense em seus assinantes

Evite sempre utilizar uma freqüência muito baixa ou muito alta. Qualquer extremo é um problema.

Um bom ponto de partida seria uma newsletter semanal  (excluindo notificações necessárias). A partir desse ponto você pode tentar aumentar ou diminuir a frequência, até encontrar a frequência mais adequada.

Utilize um remetente reconhecível para seus assinantes

Finalmente, devemos considerar que é muito mais fácil que sua mensagem seja marcada como spam se seus assinantes não reconhecerem o remetente. E isso pode acontecer mesmo que o usuário tenha se cadastrado voluntariamente.

Às vezes, os assinantes podem esquecer que se cadastraram para receber sua newsletter (isso acontece especialmente se você enviar com frequência muito baixa).

Em qualquer caso, você precisa certificar-se que o remetente é reconhecível para os seus assinantes. Caso contrário, como é que saberão que se trata de você?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.