Aprende a aplicar Lean Startup

Lean Startup e Email Marketing, uma simbiose perfeita para o seu negócio

Innokabi

Lean Startup é uma metodologia para reduzir o risco para o lançamento de projetos inovadores para o mercado. Vem do Sillicon Valley e o seu promotor é Eric Ries.

Lean Startup funciona bem em ambientes de incerteza, onde a Startup, um empresário ou uma empresa não sabe como se comporta o mercado, os clientes, custo e preço dos serviços ou produtos, os canais de vendas mais eficazes…

A grande vantagem do lean startup está no fato de propor um método passo a passo para obter conhecimento de mercado validado. Este conhecimento não é nada mais do que, ir alterando lentamente os pressupostos de nosso modelo de negócios por fatos concretos.

E você conhece o poder do e-mail como ferramenta de marketing. Por isso, eu pensei em aproveitar este post para juntar os dois conceitos e criar o lean Email, ou seja, aplicar algumas regras do  Lean Startup para sua estratégia de Email marketing.

Três exemplos rápidos de Lean Startup E mala direta

Exemplo #1 Teste do valor de um produto ou serviço

Uma das melhores maneiras de testar se o produto criado em seu website está correto ou pode ser melhorado, é criar testes A/B

Para fazer isso, o e-mail é uma ferramenta que lhe permite segmentar sua base de dados e enviar a newsletter para uma parte específica da base e outra mensagem para outra parte da base de dados.

Imagine que você quer lançar um novo produto ou serviço.

Por exemplo, um curso on-line:

Nesse caso, você pode criar uma página de destino com uma proposta de valor e um formulário de cadastro, com outra página alterando apenas a proposta de valor.

Você envia o mailing. Enviando um e-mail com o link para 50% da sua base de dados e outro e-mail com um link diferente para o restante dos contatos.

Você mede qual landing page tem o maior número de registros e assim poderá saber qual proposta de valores e a mais correta e terá maior tendência de sucesso.

Fácil, não é? Com este teste, será possível  mais conhecimento sobre o setor.

Exemplo # 2 Testando preço de um produto

Outro exemplo que pode ser testado de forma rápida, é o preço de um novo produto.

Você pode criar duas landing pages  semelhantes, com a única variação no preço doproduto ou serviço.

Importante
Este exemplo é interessante para ser usado após o anterior, porque você já terá testado a proposta do produto ou serviço, e já sabe qual é a página que funciona melhor.

Neste caso, temos duas páginas semelhantes com preços diferentes. As vezes podemos pensar que mais pessoas serão registradas na landing page com o preço mais barato, mas isto nem sempre será verdade e, portanto, você sempre deve testar.

Imagine que você quer oferecer um produto inovador. Às vezes os usuários não tem preço de referência de outros produtos, porque há apenas produtos semelhantes no mercado, nada igual ao seu produto . Nesse caso, é difícil saber o preço ideal para ingressar no mercado, mas um teste A/B de preços pode ser a solução.

Com estas duas páginas, você verá em qual  página mais usuários foram registrados e em vários casos,  não é a página com o menor preço. Além disso, o número de registros pode ser semelhantes e neste caso, você poderá se permitir trabalhar com o preço mais elevado, o que é interessante, você não acha?

Exemplo #3 – definição das características principais de um novo produto ou serviço

Outro exemplo interessante é a definição de funcionalidade ao lançar um novo produto ou serviço para o mercado.

Para este efeito, o lean e-mail pode ser outra boa opção, pois permite que você tenha acesso a um grande número de pessoas a quem você poderá perguntar e pedir sugestões.

Um exemplo rápido para o lean e-mail startup: imagine que você deseja expandir a sua gama de produtos, adicionando mais cores para um produto que era vendido  apenas na cor preta.

Neste caso, é muito fácil criar uma pequena pesquisa com o seuseu produto em cores diferentes e pedir aos usuários para dar sua opinião, escolhendo em uma escala de 1 a 3 as três cores que eles mais gostam.

Antes de começar a fabricar e gerar estoque nas cores que você não sabe se irão vender, um experimento desse tipo pode ajudar você a descobrir quais devem ser as três primeiras cores que você deve colocar no mercado.

O problema é que  às vezes você pode ter uma base de dados que não é grande o suficiente para fazer esse tipo de teste.

Nesse caso, o primeiro passo é o de construir a base de dados que irá permitir efetuar estes testes.

Então, eu quero dar-lhe algumas dicas que funcionam para mim em meus projetos para construir a base de dados com a qual será possível criar um negócio online interessante para você e seus clientes.

5 dicas que irão tornar você em um lean Emailer (palavra completamente inventada)

5 claves para convertirte en un Lean emailer

Dica # 1: Capture e-mails desde o primeiro dia

“Mas se eu quase não tenho tráfico” Sim, mas é muito fácil, aproveitar o pouco tráfego que você tem, para começar a construir a sua base de dados. Porque, certamente, esses primeiros usuários do seu site, são visitantes que podem se tornar clientes, porque são usuários que estão em busca de informações, comparando preços, caso contrário, como você acha que  Eles encontraram o seu novo site, que está na página 7 do Google?

Esses são os que em Lean Startup são chamados early adopters.

São os primeiros clientes com os quais é possível começar a construir o negócio  digital.usuários que têm um problema, sabem que estão gastando dinheiro com soluções que não satisfazem suas necessidades e procuram uma solução.

Estas primeiras visitas, na verdade, serão as mais importantes para o sucesso do seu website.

Dica # 2: forneça conteúdo valioso para download

Parece bobagem, mas não é.

Eu gosto de ver o que outros sites oferecem para download. Podemos aprender muito, com as estratégias de outros setores e de outras empresas, para poder criar campanhas de sucesso.

Na maioria das vezes oferecem conteúdo de alta qualidade, algumas oferecem conteúdo medíocre e em outras, quase vale a pena implorar para pedir para sair da mailing list. Oferecer conteúdo de qualidade, para ajudar aos seus assinantes.

O website pode ter uma apresentação mais ou menos modesta, mas se o conteúdo for de qualidade, o site será posicionado como alguém interessante aos olhos dos futuros usuários.

Dica # 3: envie e-mails para os seus assinantes desde o início

O que pode ser enviado?

Muitas coisas, desde artigos interessantes, eventos nos quais você participar, oficinas, formações, próximos lançamentos e qualquer informação relevante para seus assinantes.

Logicamente, se for enviar algo apenas  para enviar, é melhor não enviar nada, mas se você não tem nada para dizer, você deve identificar isto como um problema que deve ser resolvido o mais rapidamente possível.

Além disso, quando você envia e-mails com plataformas como a Mailrelay, você tem a possibilidade  de saber quais pessoas estão interagindo mais com o seu conteúdo.

No caso de ter que realizar entrevistas de problema por exemplo essas pessoas podem ser candidatos para entrar em contato para ter uma conversa com elas.

O e-mail marketing permite-lhe encontrar early adopters e também quais assinantes são mais ativos, para que você possa  passar para uma abordagem mais pessoal para ajudar a desenvolver o seu produto ou serviço. As entrevistas de problema são uma ferramenta chave na metodologia Lean Startup.

Dica # 4: Ouça os comentários dos usuários

Construir uma comunidade de qualidade envolve duas coisas:

Gerar conteúdo interessante para o seu público e, acima de tudo, saber o que  é de interesse para o seu público.

Para fazer isso, com cada e-mail que você enviar, procure obter  feedback dos usuários. Tente motiva-los, perguntando do que gostam eo o que não desejam saber, pedindo para deixarem comentários em seu blog. Em última análise, desta interação pode surgir e realmente surgem uma grande quantidade de  ideias novas.

Depois de ouvir um usuário que teve o cuidado de responder sua newsletter, o próximo passo é enviar um e-mail. É algo lógico, mas às vezes não o fazemos.

Dica # 5: Faça o possível para melhorar SEO e redes sociais para aumentar a sua base de dados

Às vezes pensamos que não estamos conseguindo  aumentar nossa base de dados com a velocidade que gostaríamos.

Mas se você quase não tem visitas em seu site, não será possível aumentar sua base de dados.

SEO e Social Media, são ferramentas importantes para obter assinantes. Se esses canais não forem usados corretamente, você não terá visitas e, por melhor que seja o seu  conteúdo, seu site não terá visitantes.

Direcionar o tráfego para o nosso site é o primeiro passo fundamental para construir uma base de dados de qualidade, por isso você deve pensar em como você vai posicionar o seu website, por conta própria ou contratando um profissional, mas você deverá fazê-lo de qualquer forma.

Espero que estes exemplos e dicas possam ajudá-lo a se tornar um Jedi de  Lean Startup em email marketing para  começar a melhorar os seus produtos ou serviços e aumentar suas vendas.

Se funciona para os outros, porque não funcionaria para você?

Alfonso Prim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *