Como planejar uma campanha de mala direta para o seu blog do zero

Não há dúvida de que o email marketing tornou-se uma ferramenta essencial para as empresas e profissionais. Hoje em dia, A maioria das marcas têm uma lista de emails e faz envios regulares de mala direta para estes assinantes.

Claramente, estas empresas perceberam o seu enorme potencial e não estão dispostas a perder esta oportunidade.

Uma estratégia de email marketing bem planejada pode trazer benefícios muito interessantes para pequenas e grandes marcas, porque a comunicação através de mala direta é muito eficaz e direta, se organizada corretamente.

Se você tem um blog e você quer melhorar a consciência da marca, o seu marketing ou as suas vendas, como fazem a maioria das marcas que você conhece e segue, Neste artigo vou explicar todas as ações para planejar uma campanha de mala direta para o seu blog, passo a passo.

1)Crie uma conta em uma ferramenta de email marketing

Se você não tiver um provedor de Email Marketing para enviar sua mala direta, a primeira coisa a fazer é criar uma conta em um software.

No mercado existem várias plataformas de email marketing, obviamente, a minha recomendação é que você se registre na Mailrelay (é gratuito para até 80.000 emails).

Depois de criar sua conta, é hora de avançar para a próxima etapa.

2) Crie um grupo de assinantes (ou mais)

Depois de ter ativado sua conta, o seguinte passo  é criar seu primeiro grupo de assinantes. Para fazer isto  você tem várias opções:

  1. Se você ainda não tem uma lista de emails, você precisa começar a captar assinantes para sua newsletter (eu vou explicar como fazê-lo na próxima seção).
  2. Se você já tem uma lista de emails, mas quer trocar de ferramenta de email marketing, você pode importar seus assinantes de uma forma muito simples. Se for esse o caso, a Mailrelay tem várias opções de Importação: Colar assinantes manualmente, fazer o upload de um arquivo com Os contatos, importação avançada e importação de assinantes da Mailchimp.
  3. Se você tem vários tipos de assinantes, você tem a possibilidade de criar grupos diferentes, a fim de segmentar a sua lista. Você pode fazer isso com base em interesses, gostos, localização, campanhas específicas, etc.

3)Capture o email dos visitantes do seu blog

Depois de criar um ou mais grupos de assinantes, você precisa começar a capturar o email dos visitantes do seu blog,  isto é, o objetivo é transformar seus leitores em assinantes.

Para fazer isso, você precisa de vários elementos, tais como formulários de assinatura, autoresponders e lead magnet.

Vou explicar cada um destes pontos com mais detalhes abaixo.

4)Definir e inserir um ou mais formulários de assinatura no seu blog.

Para capturar o email dos seus visitantes, você precisará criar um ou mais formulários de assinatura. Depois de criados, bastará inseri-los em seu blog.

A primeira coisa a fazer é configurar os formulários no seu software de email marketing. Se você escolheu a Mailrelay, você poderá criar quantos formulários desejar.

Para criar um novo formulário na Mailrelay, você deve definir os seguintes campos:

[su_list icon=”icon: arrow-circle-o-right” icon_color=”#38aaf8″

  1. Nome: Dê um nome ao seu formulário. Ele é usado a nível interno para identificação de cada formulário criado.
  2. Tipo de grupo: oferece duas opções, oculto ou checkbox. Se você marcou a opção #Checkbox#, os usuários podem escolher os grupos nos quais querem se inscrever.  Se você escolheu a opção oculto, os usuários não podem escolher e serão adicionados para todos os grupos selecionados quando o formulário foi criado.
  3. Grupos: Neste grupo, você deverá selecionar quais grupos deseja incluir neste formulário.
  4. URL de sucesso: página à qual o usuário é direcionado após preencher o formulário corretamente.
  5. URL de erro: página que irá ser exibida caso ocorra algum erro durante o processo de assinatura.
  6. URL de confirmação: página à qual o usuário é direcionado após confirmar sua assinatura.
  7. Campos: campos personalizados disponíveis, útil se você quiser coletar mais dados do usuário (por exemplo, empresa, telefone, aniversário, etc.)

formulario de suscripción

Depois de ter completado todos os campos, um código HTML será gerado, que você poderá inserir em seu blog.

Onde você pode colocar os formulários de assinatura em seu blog?

Há vários espaços em um blog onde você pode colocar os seus formulários. Alguns deles são:

  1. Header ou cabeçalho
  2. Sidebar ou barra lateral
  3. Em seus artigos
  4. No rodapé
  5. Pop-up (algo intrusivo, mas muito eficaz)
  6. Em uma landing page ou página de destino específica

5) Crie um Lead Magnet

Um lead magnet é um recurso que pode ser oferecido para os leitores de um blog como um presente para incentivar a sua assinatura. Ou seja, é uma “isca” para incentivar os visitantes a se inscrever na lista de emails.

Nesse sentido, existem vários tipos de recursos ou materiais que você pode oferecer para incentivar a assinatura: ebooks, guias, mini-cursos, arquivos para download, etc. O objetivo deste recurso deve sempre ser agregar valor ao seu leitor e despertar a sua curiosidade, para que tenha interesse em se juntar a sua comunidade.

6) Configurar autoresponders

Os utoresponders são uma das estratégias mais poderosas e eficazes do  Email marketing, pois permitem automatizar o envio de newsletters quando o usuário executa uma ação :, Se inscreve na sua lista, por exemplo.

Na seção anterior, para enviar o lead magnet para os novos assinantes, a melhor opção é a criação de um autoresponder para enviar esta mensagem automaticamente.

Como criar um autoresponder na Mailrelay

O processo de criação e configuração de um autoresponder da Mailrelay é simples. Para fazer isso, você só tem que seguir os seguintes passos:

  1. Nome do autoresponder: irá ajudar na gestão interna, especialmente se você criar vários.
  2. Newsletter: Neste campo, você deve selecionar a mensagem que você deseja enviar automaticamente, você precisa criar a newsletter antes de configurar o autoresponder (nos próximos passos, vamos mostrar como criar uma newsletter).
  3. Campos: Você tem duas opções: Data de assinatura  (quando o usuário se inscreveu pela primeira vez usando um formulário de assinatura) e data de atribuição (este parâmetro usa a data de atribuição ao grupo, mesmo que ele já tenha sido cadastrado em outros grupos).
  4.  Intervalo: neste campo, você deve selecionar quando esta newsletter será enviada. Por exemplo, se você quiser enviá-lo um dia após a inscrição, use o valor -1. Para enviar 2 dias, você deve usar o valor -2
  5. Hora: Escolha quando a mensagem será enviada, você pode usar o formato de 24 horas.
  6.  Grupos: Finalmente, selecione o grupo de assinantes para o qual Você deseja enviar o seu autoresponder.

autorespondedor

Quando você definir todos os campos, basta clicar em “Salvar”.

Como criar uma mala direta na Mailrelay

Para criar uma mala direta, você precisa pensar em vários aspectos fundamentais.

Os pontos mais importantes são:

  1. Um assunto atraente
  2. O logotipo do seu blog
  3. Uma ou mais chamadas à ação (CTAs)
  4. As informações de contato: redes sociais, email, telefone, entre outros.
  5. O botão para ver a versão web
  6. Opção de cancelamento

Criar uma mala direta na Mailrelay é muito simples, porque a plataforma oferece várias opções:

  1. Você pode criar newsletters usando um dos 68 templates que o sistema oferece, que você poderá editar, alterando: cores, fontes, imagens, botões, banners, fundos, etc.

plantillas html

  1. Criar uma nova newsletter. Se você preferir, você pode criar sua própria newsletter, usando o editor online da Mailrelay. O processo de criação é bem simples, você terá todas s opções dentro do próprio editor.

diseñar newsletter

Agora, vamos resumir os aspectos principais para a criação de uma campanha de mala direta:

A seguir, apresentamos uma revisão de alguns dos mais comuns:

  1. Não envie newsletters maciçamente para não parecer um robô.
  2. Envie emails de forma  periódicas para gerar uma relação de confiança com seus assinantes.
  3. Deixe alguns dias entre cada um dos seus envios.
  4. Envie seus emails em horas apropriadas (evite enviar mensagens durante a noite, por exemplo).
  5. Defina uma programação de newsletters (semanal, quinzenal, etc).
  6. Personalize seus emails com a sua imagem corporativa (não envie mensagens com apenas texto simples).
  7. Humanize seus emails: Cumprimente os assinantes com seu nome, por exemplo.
  8. Conte uma história convincente, usando técnicas de storytelling.
  9. Não use um tom comercial, muito pelo contrário. O E-mail marketing serve para gerar confiança e lealdade, não é apenas uma ferramenta de vendas.

É claro que ocasionalmente você pode vender, mas o objetivo principal das campanhas não deve ser apenas vender.

Revise as estatísticas, faça testes e alterações

Uma das grandes vantagens de campanhas de email marketing é a grande quantidade de dados que nos permitem medir o sucesso da mala direta e efetuar alterações na campanha.

Existem várias estatísticas que você pode (e deve) verificar ao enviar uma mala direta. Algumas delas são:

  1. Emails enviados. número total de emails enviados.
  2. Emails processado. Emails processados em tempo real. Normalmente, deve ser semelhante ào total de enviados, se a lista for opt-in.
  3. Emails entregues. Emails entregues ao servidor de destino.
  4. Visualizações: Número de vezes que os destinatários visualizaram as imagens da sua newsletter.
  5. Cliques. Número de cliques em um ou vários links contidos na newsletter.
  6. Emails ignorados. Emails que não foram enviados por diferentes razões: cancelamentos, relatado como spam, etc.
  7. Emails devolvidos. Emails devolvidos nesta campanha, o sistema não irá mais enviar para estes assinantes.
  8. Emails devolvidos (soft). Emails com erros temporários, o sistema irá tentar enviá-los novamente na próxima campanha.
  9. Relatados como spam. Número de vezes que os assinantes marcaram a mala direta como SPAM.
  10. Emails encaminhados. Número de vezes que o email foi encaminhado para outra pessoa.

A Mailrelay tem uma seção específica onde você pode consultar estes dados.

estadisticas

Além disso, a Mailrelay permite visualizar as suas estatísticas por períodos de tempo específico (meses, semanas, dias, etc.) e compará-las, ou seja, selecionar dois ou mais emails para comparar os seus resultados.

Finalmente, lembre-se que cada projeto é diferente e nem sempre o que funcionou para outros irá funcionar para você.

Portanto, eu recomendo que você faça diferentes testes A/B até encontrar a maneira correta para trabalhar com email Marketing de forma eficaz no  seu blog.

Agora basta começar a planejar sua campanha de mala direta, seguindo os conselhos deste post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.