Como aplicar fontes criativamente sem danificar sua reputação online?

Muitas vezes falamos sobre a imagem corporativa e como ela deve ser aplicada de forma consistente e uniforme em todos os canais de marketing utilizados pela sua empresa.

Entre os elementos que compõem a identidade de uma marca, estão as fontes. Saber usá-las corretamente é fundamental para criar e manter sua identidade corporativa.

Usar fontes não significa apenas escolher a que representa a marca e saber como aplicá-la para cada elemento (logotipo, textos do website, correspondência em papel, etc.) É muito mais! Você precisa saber o que funciona melhor em cada ambiente e quais são as suas limitações.

“Saber selecionar as fontes apropriadas é muito importante no que se refere a legibilidade e representatividade, especialmente no mundo online, onde a criatividade desempenha um papel tão fundamental ”.

Caracteres tipográficos são um dos elementos distintivos de marcas, é claro, mas abusar da criatividade neste aspecto e esquecer da legibilidade acaba por afetar negativamente a experiência do usuário e, portanto, a navegação online.

Em muitos casos, se a fonte escolhida não for a melhor opção para a mídia usada, a mensagem pode ficar confusa ou ilegível, perdendo sua eficácia,  deixando assim uma má impressão para o usuário (mais tarde vou falar sobre um caso real relacionado com o tema do email marketing).

Pense nisso. Por muito criativa e diferente que seja o estilo de sua marca, para o consumo de conteúdo através de dispositivos digitais, é necessário que o texto seja legível, que o plano de fundo não seja intrusivo e o tamanho da fonte seja apropriado.

Portanto, neste post quero falar sobre questões relacionadas com o uso adequado de fontes.

Especificamente:

Como funciona o uso de fontes  no mundo online e qual sua influência sobre a percepção dos usuários?

Alguns dizem que o uso adequado das fontes é uma arte de articulação de uma marca (ou brand articulation) cada fonte pode transmitir diferentes conceitos, mas saber usá-los em diferentes canais irá impactar no resultado final das ações de marketing da empresa.

A priori, parece banal dedicar tempo a este aspecto, que pode parecer tão pequeno no desenvolvimento de uma identidade corporativa. No entanto, este elemento é o que vai incentivar a leitura de seu conteúdo, por isso: É super importante!

Conhecer todas as fontes que existem e seus significados é impossível (além disso, constantemente surgem novas), mas você pode aprender a distinguir as classificações que existem e suas características gerais:

Fontes:

  1. Serif: são fontes com ornamentos. Têm uma grande influência na antiga caligrafia artesanal, e surgiu com a criação da imprensa. Podem ter mais ou menos ornamentos, dependendo de quando foi criada, mas se caracterizam sempre por traços complicados e muito elaborados.
  2. Sans Serif: Próprias da revolução industrial, são muito mais simples do que as anteriores. Não têm “serifs”, ou seja alterações em suas extremidades. O exemplo mais comum é a fonte Arial. São as mais usadas em canais online, graças à sua alta legibilidade em diferentes tipos de tela.
  3. Manuscrita: Este tipo de fonte, também conhecida como script, é a mais parecida com a caligrafia escrita à mão. São letras de tipo cursiva e de legibilidade média.  Normalmente, são mais usadas para o texto do cabeçalho ou para títulos, do que para o  corpo de um texto.
  4. De exibição: São as fontes que transmitem mais carga emocional. Representam eras, movimentos culturais, sentimentos, até mesmo características de personalidade de seus designers. Algumas são projetadas para fins específicos, tais como a criada para o Star Wars, que rapidamente acabou por ser associada à esta marca.

Além do tipo de fonte escolhida, há outros elementos visuais que fazem parte do layout de um texto e irá influenciar como representa a marca. Vamos vê-los na próxima seção.

tipografias

► Elementos diferenciadores que personalizam sua marca

Ao criar um conteúdo online, é preciso planejar a mensagem, mas também no design. E o design não se refere apenas as cores ou imagens utilizadas, também é preciso trabalhar no layout da newsletter.

“Aplicar diferenciais no layout do texto, ajuda a diferenciar uma marca da sua concorrência.”

Vamos ver os itens que você deve ter claro e como eles afetam a mensagem que você quer transmitir:

  1. Formas: Diferentes fontes podem ser mais arredondadas, oblongas, quadradas, etc. Estas formas podem evocar sentimentos diferentes. Por exemplo, fontes serifs com letras muito arredondadas tendem a lembrar de períodos históricos, e as mais quadradas geralmente são relacionadas com os anos 80 e as novas tecnologias da época.
  2. Combinações: Ao criar templates, você pode usar fontes diferentes na mesma mensagem. Podem ser usadas fontes mais elaboradas para títulos ou mensagens em destaque, e outras mais simples para o corpo da newsletter. Assim, o layout ficará mais organizado e visualmente atraente.
  3. Contrastes: Assim como no ponto anterior, se você for combinar diferentes fontes, elas devem contrastar, para deixar claro que não É um erro causado pela semelhança entre as duas fontes. O que não é aconselhável, é aplicar mais de duas fontes para o mesmo meio.
  4. Tamanho: Dependendo do tipo de suporte, o tamanho apropriado varia. No ambiente digital não é recomendado o uso de menos de 10 ou 12 dependendo das fontes, pois a legibilidade pode ser afetada. A partir deste tamanho, você pode usar letras maiores para alguns casos especiais, títulos, etc., mas sempre pensando que o texto será lido em uma tela e você não pode abusar dos textos grandes, uma vez que a leitura não será confortável.
  5. Formatação: A formatação irá variar de acordo com o tipo de texto que está sendo escrito. O importante é manter um estilo coerente, seja em canais online e offline.
  6. Espaçamento: O espaçamento mínimo é de cerca de 1,15. Menos do que isso faz com que as letras se misturem (será muito mais difícil distinguir as linhas) e o texto provavelmente ficará quase ilegível.
  7. Negrito: usado para destacar textos ou mensagens importantes. Algumas vezes em textos publicados online, é aconselhável usá-los em vez de misturar diferentes fontes. Isto irá depender do tamanho dos textos e da mensagem que você deseja transmitir.
  8. Maiúsculas: Além do uso adequado de acordo com as regras ortográficas, o uso de maiúsculas pode mudar o sentido de um texto ao criar conteúdo online. Deve ser observado que o uso de letras maiúsculas em canais digitais é entendido como um grito ou exaltação, de modo que não deve ser usada sem sentido.

O uso correto desses itens facilita a compreensão da mensagem, criando textos legíveis que trazem valor agregado para a marca e sua reputação online.

► Erros de legibilidade na internet

É bastante comum confundir conceitos de legibilidade online e offline. Devemos sempre lembrar que não é a mesma coisa  ler um jornal, uma carta ou banner, do que ler um texto em uma tela.

Além disso, os novos conteúdos devem ser adaptados para computadores, tablets ou celular. Portanto, é necessário criar textos responsive, que possam ser lidos em telas pequenas.

Muitos usuários acabam por cometer algum destes erros:

Tamanhos diferentes: Ao criar o conteúdo, é muito importante criar textos de tamanhos diferentes. Não apenas visualmente, mas usando recursos como H1, H2, H3. Desta forma, os textos serão aumentados proporcionalmente para cada tipo de tela.

Baixo contraste: Às vezes, para seguir uma linha de cores de uma identidade visual, são usadas cores muito difíceis para leitura. O problema, é que não existe contraste  entre estas cores.

Para facilitar a leitura, é necessário o uso de letras que contrastem com o fundo (se possível, preto ou cores escuras com fundo branco ou com cores muito claras).

Seleção incorreta de tamanho: Ao escolher um tamanho de fonte, você pode fazê-lo usando tamanho relativo (que ocupam um espaço relativo dentro de todo o design)  ou tamanho absoluto (que é medido em pixels). Nos meios de comunicação online, é mais adequado utilizar os tamanhos relativos para atender diferentes dispositivos.

Observe que não é a mesma coisa ler um texto na tela do computador do que em um celular.

Parágrafos muito longos: Outro dos erros mais comuns é escrever pensando na leitura offline e criar parágrafos muito grandes. É mais difícil ler online, por isso parágrafos grandes podem tornar a leitura cansativa. É importante adicionar  “quebra” entre os parágrafos. Para fazer isto, você deve usar espaços em branco  que tornam a leitura mais confortável.

Linhas muito longas: ASsim como no ponto anterior, as linhas não devem ser muito longas. Quando as linhas são muito extensas, é difícil compreender o texto. Além disso, em telas maiores, o usuário precisará  estar constantemente virando a cabeça para ir do início ao fim,  o que geralmente faz com que muitos usuários não leiam todo o texto.

Excesso de links: Este erro não está relacionado com a criação de textos em layouts offline, mas é comum em ambientes digitais. Às vezes, tentamos incluir o maior número possível de fontes em um parágrafo, adicionando uma grande quantidade de links. Isto torna muito difícil de ler e irrita a navegação online  porque ao rolar o texto, é fácil clicar em um link por engano.

tipografias

Fontes em email marketing: Usos e Limitações

Depois de entender os parâmetros que devem ser seguidos em diferentes canais, é preciso começar a pensar no design das suas campanhas.

“Nem todos os canais online funcionam da mesma forma, ao criar design e compartilhar conteúdo.”

Por exemplo, em redes sociais não existem opções de layout, além do uso de diferentes parágrafos. No entanto, ao criar newsletters, existem muitas opções, porém muitas limitações que devem ser consideradas.

Em um email podem ser incluídos letras em negrito, diferentes tamanhos de fonte, sublinhado e até mesmo alguns tipos de caracteres especiais. No entanto, o uso  de diferentes tipos de fontes É muito limitado.

José Argudo me ajudou a pesquisar este aspecto e como as fontes são carregadas e exibidas em diferentes clientes de email.

De acordo com as últimas atualizações desses softwares, os que carregam praticamente qualquer tipo de letra são:

  1. AOL Mail
  2. Aplicativo de email nativo do Android (não Gmail)
  3. Apple Mail
  4. iOS Mail
  5. Outlook 2000
  6. Outlook Mobile Application

Por esta razão, quando se trata de e-mail marketing é mais aconselhável a utilização de fontes básicas disponíveis em qualquer computador ou dispositivo móvel, como Arial, Times New Roman, Tahoma, Calibri, Cambria, etc.

Por outro lado, depois de selecionar a fonte, a cor usada também deve ser considerada.

Por exemplo, eu uso um tipo de cinza no meu blog que pode ser lido facilmente em um website. No entanto, vários assinantes me disseram que não é possível ler os textos dos emails no celular, quando escritos com esta fonte.

Conclusões

Encontrar uma fonte e um layout que seja legível em todos os canais online pode ser difícil. Então, eu sempre recomendo efetuar testes antes de publicar as mensagens para os seus usuários.

Não esqueça que os usuários irão ler seu conteúdo usando diferentes dispositivos, navegadores ou aplicativos. Assim sendo, o ideal é criar mensagens que sejam legíveis em todas as opções possíveis.

Quais tipos de fonte você costuma usar em seu conteúdo digital? Você prefere fazer combinações ou usar sempre a mesma?

Teresa Alba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.