O “Machine Learning” e o futuro do email marketing

“Machine Learning” é outra daquelas palavras em inglês que muitas pessoas repetem,  mas poucas sabem exatamente o significado real.

Bem, neste artigo eu quero falar sobre esse termo porque é muito mais importante do que você pensa e está intimamente relacionado ao email marketing.

Sempre que falamos de Marketing Digital e Mídias Sociais, pensamos que são assuntos muito novos, que não eram relevantes no passado.

E não estamos completamente enganados, mas muitos destes conceitos são derivados de estratégias usadas há muito tempo.

Machine Learning nasceu nos anos 60 do século passado junto com o avanço dos sistemas informáticos e neurociências.

Atualmente, este conceito está presente em todos os lares, em diversos equipamentos que usamos todos os dias.

Portanto, hoje eu gostaria de falar abertamente sobre este tópico, que já está afetando todo o cenário digital e, em especial, ao nosso “querido” email marketing, pois se você está lendo este artigo, você certamente está pensando em começar a trabalhar com esta estratégia.

Mas antes de mais nada, caso você seja um daqueles que ainda não conhecem esse termo anglo-saxão, eu gostaria de dar-lhe uma definição:

qué es el machine learning

· O que é Machine Learning?

Machine Learning, em português, significa literalmente “Aprendizado de máquina”, ou o processo de “aprendizagem” das máquinas criadas para executar tarefas com maior precisão e velocidade do que os seres humanos.

É um conceito derivado da Inteligência Artificial, aplicado para robôs e computadores.

O que se pretende com este processo é criar máquinas capazes de aprender diariamente, através de sistemas inteligentes que estarão sempre coletando, armazenando, classificando dados e informações sobre as tarefas que a máquina está executando.

· O que é machine learning? Exemplo prático:

Com este sistema, o software instalado na máquina poderá, com pouca ou nenhuma interferência humana, tomar decisões diferentes com base em situações diferentes.

Pense, por exemplo, no sistema de frenagem de emergência de um carro. Inicialmente, o fabricante calculou “X” metros para frear completamente o carro em caso de perigo.

Mas com Machine Learning, o computador de bordo aprendeu que, com chuva, com o desgaste dos pneus, com a velocidade atual, com o estado da estrada e outros fatores, o carro só irá parar completamente após “Y” metros.

Portanto, o software do carro será constantemente atualizado com as informações coletadas externamente, monitorando o processo e freando automaticamente quando detectar uma situação de perigo.

Você certamente verifica a previsão do tempo regularmente. Este é um bom exemplo de um processo de machine learning, pois seria impossível ou extremamente complicado coletar e analisar todos os dados coletados de estações meteorológicas e satélites para traçar uma previsão estimada para os próximos dias.

Estas informações são disponibilizadas na imprensa e em aplicativos.

Como você pode ver, Inteligência Artificial e machine learning são conceitos que estão presentes em sua vida, mesmo que você não esteja ciente disso.

Mas como Machine Learning pode influenciar no mundo dos negócios, mais especificamente em marketing digital?

É exatamente sobre isto que vamos falar a continuação:

inteligencia artifical vs machine learning

· Como podemos aplicar machine learning no mundo dos negócios digitais?

Você pode pensar que Inteligência Artificial é uma coisa para carros autônomos, mas não para o mundo digital.

O Facebook criou um algoritmo capaz de aprender com todos os usuários, observando seu comportamento para exibir páginas relevantes para cada pessoa. O script coleta dados sobre as preferências dos usuários e irá exibir anúncios relacionados, cada vez mais personalizados conforme o usuário se comportar enquanto estiver usando a página.

Em outras palavras, o script está aprendendo com o comportamento dos usuários para exibir informações relevantes para cada pessoa, o que irá aumentar a interação uma vez que a probabilidade de um usuário clicar em algo que é de seu interesse será muito maior.

Isto se traduzirá em mais dinheiro para a empresa e um serviço de marketing mais eficaz para negócios que querem anunciar seus produtos.

Digamos que uma mulher publicou em seus perfis sociais que ela está grávida. Ela está super feliz com o novo filho e só quer compartilhar a boa notícia com seus amigos.

A partir deste momento , Facebook começará a exibir anúncios de páginas e empresas relacionadas à gravidez, amamentação, pediatria, etc. Depois de alguns meses, ela começará a ver anúncios de lojas para recém-nascidos, roupas de bebê, berços e outros produtos vendidos nos locais que ela normalmente frequenta.

· Que papel o Aprendizado de Máquina e a IA desempenham em nossas vidas?

Esta tecnologia é fundamental para facilitar nossa vida e ajudar-nos a tomar decisões mais rapidamente. Estes sistemas analisam nossos hábitos, nossos costumes, nossos comportamentos, etc.

Em suma, eles analisam todos esses dados e nos mostram os resultados apropriados para cada situação.

Isso em nível de usuário. Comercialmente, este processo irá ajudar a criar campanhas segmentadas, com anúncios personalizados para cada lead.

· Vantagens de aplicar machine learning em publicidade digital

E esse é um grande salto que diferencia, de forma brutal, a publicidade online das opções tradicionais ou offline.

Pense em um banner em um ponto de ônibus, em um anúncio em um jornal, em um anúncio no rádio ou na televisão.

A empresa irá pagar algum dinheiro para publicar um anúncio que será exibido durante o tempo acordado. O problema é que não é possível “alvejar” um grupo específico de pessoas, qualquer pessoa que passar pelo local irá ver o banner, ou irá ouvir o anúncio no rádio do carro enquanto estiver dirigindo.

Se por exemplo você tem uma loja de roupas para bebês e você pagar por um banner na principal avenida da sua cidade, seu anúncio será visto por mulheres grávidas, mas também por senhores de 80 anos, por jovens, crianças, sem qualquer discriminação.

Dependendo da quantidade de dinheiro que você gastar, se você conseguisse medir a quantidade de alvos que seu anúncio atingiu, você provavelmente ficaria decepcionado. E talvez este seja o principal problema; você não conseguirá medir com segurança a eficácia deste tipo de ação, o que torna qualquer estratégia em adivinhação.

Aplicando machine learning, esta loja de roupas de bebê pagaria apenas quando alguém realmente interessado clicar no anúncio.

E o anúncio seria exibido apenas para usuários que demonstraram algum interesse neste tipo de produtos. Esta diferença é fundamental no que se refere a investimento em marketing, pois você estaria pagando para divulgar sua loja para mulheres grávidas ou para pessoas que tem filhos pequenos.

A coleta de dados online através de ferramentas e cookies permitirá que empresas ofereçam produtos e serviços cada vez mais personalizados às necessidades de cada usuário, gerando mais vendas para as empresas e menos publicidade desnecessária para os usuários.

Por exemplo, se alguém está buscando por um apartamento barato, um anúncio de um apartamento de luxo nos melhores bairros da cidade não seria eficaz, pois o alvo não quer, ou não pode comprá-lo.

Com a análise preditiva e a coleta de dados dos usuários, o sistema poderá determinar a situação financeira de cada pessoa e iria exibir imóveis de preços diferentes para perfis diferentes.

E assim poderíamos continuar com milhares de exemplos de aplicativos para marketing on-line que estão usando Machine Learning.

machine learning·

· Como  Machine Learning afeta o Email Marketing? (e sua estratégia?)

Na opinião de todos os especialistas em Marketing Digital, o email marketing é uma das formas mais eficazes para vender na Internet.

Machine Learning poderia ser a chave para o sucesso das suas campanhas de email marketing se você souber aplicar este sistema em sua estratégia de marketing digital.

Observar e entender o comportamento dos seus usuários será vital para enviar emails com conteúdo que eles querem receber.

A maioria dos sites já tem uma aba com um formulário para captar novos assinantes. Esses assinantes visitaram a página por algum motivo em concreto, mas geralmente porque estão interessados em algo que foi publicado ou oferecido no website.

É assim que recebemos assinantes que nos dão permissão para enviar e-mails com nossos produtos, artigos, ofertas, etc.

O que acontece é que normalmente não sabemos o motivo que trouxe cada um deles para o nosso website. Mesmo assim, a maioria de nós irá enviar-lhes tudo o que estamos postando, vendendo ou promovendo na esperança de conseguir alguma coisa. E como pescar usando redes, nunca sabemos o que vamos trazer ao barco.

E ainda assim estes emails tem resultados mais positivos do que outras campanhas de marketing.

O resultado é positivo pois estes assinantes já demonstraram algum interesse na empresa no passado. No entanto, usando sistema de automação e Machine Learning, podemos levar nossa estratégia de email marketing ao próximo nível, criando campanhas segmentadas para cada perfil de cliente. E o melhor, podemos fazer grande parte do processo automaticamente.

Usando um software de automação, podemos separar nossa lista de e-mails em grupos de assinantes menores, para enviar nossa campanha apenas para pessoas que demonstraram mais interesse em um tópico específico.

Desta forma, não vamos entediar todos os nossos assinantes com um número infindável de emails com informações que eles não querem receber.

Talvez você acha que isto seja besteira, pois você estará segmentando cada campanha para um grupo muito menor de pessoas, mas o número de assinantes que recebem uma newsletter não está diretamente relacionado com o número de conversões.

Imagine este caso particular: Você acha que uma pessoa inscrita na lista de emails de uma concessionária de carros gostaria de receber um email com uma promoção de um veículo que ele comprou há dois meses? Pelo contrário, ele irá ignorar a mensagem ou poderia até ficar chateado e bravo, se você estiver oferecendo uma oferta melhor do que ele recebeu quando comprou de você. Enviamos-lhe uma oferta de um novo modelo.

· Machine Learning significará um “salto de qualidade” em sua estratégia de email marketing

E isso nos levará a um novo nível no Email Marketing, porque com os dados coletados e a análise preditiva bem configurada, podemos enviar emails cada vez mais segmentados e aprender com o comportamento e a reação dos nossos assinantes.

Ou seja, deixaremos de enviar publicidade para todos os nossos assinantes e começaremos a enviar informações úteis que nossos assinantes irão querer receber.

Isto é muito melhor do que enviar emails em massa para o maior número possível de pessoas e “torcer” por algumas vendas.

Para continuar com o mesmo exemplo de um negociante de carro, se você sabe que um cliente está buscando por um carro mais barato para seu filho, uma promoção do novo modelo de uma marca famosa não deveria ser enviada para este assinante, mesmo que ele queira comprar um carro, certamente ele não está disposto a pagar tanto dinheiro por ele. Se você enviar newsletters apenas oferecendo carros usados, ele provavelmente vai abrir todos os emails, pois isto é exatamente o que ele quer receber.

Esta seria uma venda segura, você não acha? O assinante está recebendo a oferta apropriada no momento certo, enviada por uma empresa que ele conhece, na qual ele confia tanto que ele deu suas informações de contato.

· Conclusão

Sem dúvida, o fato de introduzir o Machine Learning em nossa estratégia de marketing e, especialmente, email marketing, é uma ótima ideia.

Além disso, se você não está gerenciando uma grande empresa (como uma multinacional), você deveria entender que isso poderia ser o diferencial da sua estratégia de marketing digital.

Esta estratégia ainda não está sendo usada pela maioria das empresas, mas no futuro, sem segmentação avançada de leads, será muito difícil criar campanhas eficazes.

É algo que vamos ver no futuro próximo. Um futuro onde as máquinas, aprendendo sozinhas, facilitarão nossa vida diária e a tomada de decisão, tanto para empresas como consumidores.

E eu gostaria de estar vivo para vê-lo, porque parece muito emocionante!

O que você acha?

Eu gostaria de saber sua opinião sobre este tópico. Quais ações você recomendaria para melhorar sua estratégia de email marketing?

Talvez possam ser inovações que inspirem a Mailrelay a melhorar ainda mais o seu programa de email marketing.

Ismael Ruiz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.