Tendências de marketing socialmente responsável

O marketing responsável tem sido uma tendência e, portanto, esperamos que seja uma das tendências que veremos durante o próximo ano.

O motivo é óbvio, pois os usuários também exigem que suas marcas favoritas se envolvam de alguma forma com causas sociais que são importantes para eles.

Quando falamos sobre comunicação ou marketing responsável, seu trabalho de conscientização vem à mente rapidamente.

Esse trabalho é precisamente o que apóia causas que interessam a todos hoje. Sem esquecer, é claro, de seu potencial comercial, a fim de oferecer e posicionar no mercado produtos que tenham um impacto positivo no planeta.

Por esse motivo, vamos compartilhar mais informações sobre este tópico neste artigo, pois acreditamos que você deveria saber sobre o que esperar em 2020.

· Você está pronto para trabalhar com marketing responsável?

Se pararmos para analisar o que está acontecendo nos canais de comunicação nestes últimos meses do ano, já podemos prever o que acontecerá a partir de agora.

Podemos afirmar com certeza que as pessoas estão mais conscientes e valorizando positivamente as marcas que gerenciam seus negócios e relacionamentos comerciais de forma responsável. A verdade é que estratégias de negócios focadas apenas em lucros não são mais uma opção viável.

► A sociedade e marketing andam de mãos dadas

Observando as tendências do estilo de vida da maioria das pessoas, podemos detectar como a sociedade e o marketing seguem o mesmo caminho, porque todos os produtos responsáveis pelo meio ambiente e os  serviços que defendem esse tipo de valor estão crescendo.

Atualmente, os consumidores estão mais interessados em tudo que reforça seus valores de solidariedade, ecologia, responsabilidade social, redução de resíduos, sustentabilidade, otimização de tempo…

É por isso que cada vez mais marcas estão comprometidas com uma filosofia de sustentabilidade e trabalhando com ações de marketing responsável. Eu poderia lhe dar muitos exemplos, mas você certamente já notou que o número de propagandas amigáveis ao meio ambiente está aumentando.

Se é isso que está acontecendo em 2019 no marketing social, é lógico que as tendências de 2020 sigam o mesmo caminho, certo?

Ações responsáveis que veremos em 2020

· Ações responsáveis que veremos em 2020

É óbvio que ainda há um longo caminho a percorrer em termos de ações de marketing responsáveis. As bases estão se estabelecendo, mas podemos esperar que isso apenas tenha começado.

Mesmo assim, grandes medidas já estão sendo tomadas nessa direção, e mais e mais iniciativas estão surgindo por grandes e pequenas empresas para apoiar a responsabilidade social dos negócios.

Com base no que aconteceu até agora e na recepção do público a essas iniciativas, há certas tendências que já podemos antecipar para 2020.

Siga lendo…

► Mais conteúdo ético e consciente

Há muito tempo se afirma que o conteúdo é a pedra angular de qualquer estratégia de marketing, e isto é correto. No entanto, muitas empresas perderam um pouco o foco nesse sentido, camuflando o conteúdo para vender a qualquer custo, tentando maximizar lucros sem pensar em nada mais.

Os usuários não são mais enganados com tanta facilidade e exigem um conteúdo ético e moralmente aceitável. Conteúdos que realmente contribuem com algo, e não apenas para cada pessoa individualmente, mas para todos nós como sociedade.

Nesse sentido, mais e mais iniciativas de marketing de conteúdo estão surgindo em todas as suas formas.

Além disso, o impacto de ações negativas se tornou imediato; Se você fizer algo errado hoje, em segundos esta informação estará sendo compartilhada nas redes sociais e você será sumariamente julgado por todos.

Contenido más ético y concienciador

► Marketing responsável através de storytelling

Dentro das tendências de marketing responsável para 2020, não posso deixar de mencionar o storytelling, ou narrativa como estratégia de comunicação.

Storytelling é a arte de contar histórias para fomentar empatia entre usuários e as marcas que eles amam.

Uma arte que oferece muitas vantagens para quem apostar nela; desde a possibilidade de explorar o posicionamento de SEO por meio da otimização de texto até a oportunidade de incluir mensagens comerciais que são melhor aceitas quando cercadas por uma história.

Essa estratégia está relacionada ao marketing responsável e às tendências para o próximo ano, porque quando contamos histórias reais, criamos laços mais estreitos com nossos clientes.

Através de storytelling, podemos explicar conceitos mais complexos e ações que poderiam, a priori, despertar menos interesse.

Precisamente, o que se busca com esse tipo de marketing é ter um impacto positivo na sociedade e usar o poder da comunicação de maneira responsável. Posso assegurar-lhe que o storytelling é uma técnica útil para isso. Se você criar um texto envolvente, poderia cativar a atenção dos seus leitores por vários minutos, melhorando sua imagem de marca e sua estratégia de SEO.

Também podemos aplicar esta estratégia através de vários canais ao mesmo tempo, ou inclusive trabalhando com empresas parceiras, para criar uma cadeia de sucesso que irá beneficiar várias marcas.

É por isso que estou convencido de que essa estratégia estará muito presente em muitas campanhas no próximo ano.

Aplicação ampliada do conceito de "ação"

► Aplicação ampliada do conceito de “ação”

Outra das mudanças pelas quais o marketing mais tradicional está passando para se tornar um marketing responsável é a introdução de novos termos. Ou melhor, de novos significados para termos que não são tão novos.

Por exemplo, até recentemente as palavras “doação” e “ajuda”, quando em uma mensagem de marketing, estavam diretamente relacionadas a uma ONG, certo? No entanto, vemos como isso está mudando e agora elas são usadas em um sentido mais amplo, promovendo apoio comum em muitas áreas.

Por exemplo, geralmente vemos o conceito de “doação” em nível digital em plataformas de imagem, material educacional, áudios, músicas, GIFs, entre muitos outros. porque eles nos oferecem, além dos planos Free ou Premium típicos, uma terceira opção para baixar um arquivo em troca de uma doação voluntária.

Um passo adiante, e como um bom exemplo dessa tendência no marketing responsável, temos plataformas como o Patreon, que foi criado precisamente para que os usuários possam dar suporte aos seus criadores favoritos de conteúdo.

Aplicación ampliada del concepto “donación”

Além da doação, as empresas podem evoluir para modelos de negócios mais sustentáveis, como o modelo de assinatura.

► Ações de solidariedade com um clique

A conscientização no setor de marketing, não apenas encontrada no caso de marcas específicas, mas também nos próprios canais de comunicação online, que geram impacto e fomentam mudanças de comportamento aplicando diferentes opções.

No caso do Facebook, eles deixaram de lado os típicos vídeos de lembretes de aniversário, para dar lugar a ações de marketing responsáveis muito mais focadas em solidariedade.

Agora, o Facebook nos dá a opção de pedir aos nossos seguidores, para o nosso aniversário, uma doação para a ONG que queremos.

Para isso, o Facebook desenvolveu um aplicativo que cuida de tudo, no qual você pode definir a meta a ser alcançada, coletar doações e enviá-las à ONG da sua escolha.

O mesmo vale para as “campanhas Movember”, que já faz parte do calendário de marketing de muitos canais; muitas plataformas online facilitam a coleta de doações e o planejamento de eventos no final de novembro.

► Marketing solidário tradicional

Embora as ações que veremos neste momento já sejam habituais, e não tanto uma nova tendência de marketing responsável, não devemos ignorar o valor delas.

O interessante é destacar alguns exemplos: é uma tendência que evoluiu, pois há muitos anos é comum encontrar marcas que estão trabalhando em conjunto para criar ações sociais.

Por exemplo: Ausonia é uma das grandes marcas comprometidas com esse tipo de campanha. Para cada pacote que eles vendem de seus produtos, eles subsidiam um minuto de pesquisa contra o câncer de mama.

Se procurarmos exemplos mais atuais, veremos que existem muitas marcas que alteram o mecanismo dessa estratégia para uma que implique “likes”, “comentários”, “reviews”, “cliques” etc.

Por exemplo: Na Espanha, a Central Lechera Asturiana lançou uma campanha há 4 anos, se conseguissem atingir 100000 visualizações, eles fariam uma doação para uma ONG.

Presentación de productos a través de su impacto social

► Apresentação dos produtos através de seu impacto social

As empresas que estão cientes das necessidades da sociedade hoje já estão mudando a maneira como vendem produtos e serviços.

Aspectos mais técnicos e materiais estão sendo deixados de lado, para dar lugar às descrições mais criativas.

Agora é importante falar sobre por que um produto é a melhor opção para o meio ambiente ou sobre organizações sociais que podem ser beneficiadas com a compra do produto em questão.

Por exemplo, não importa apenas se um produto é grande ou pequeno, mas também saber se os materiais usados são amigáveis ao meio ambiente, se essa opção é melhor que a concorrência por poluir menos ou por ter um impacto social positivo .

Pense sobre sacolas plásticas; você sabia que mais e mais pessoas preferem pagar mais para comprar sacolas em outros materiais que não agridem tanto o meio ambiente? O foco não está no dinheiro, mas sim no que será melhor para todos nós e para o nosso planeta.

Isso não significa que os usuários não desejam mais conhecer os aspectos mais básicos de um produto, significa que não é mais a única coisa com a qual nos preocupamos como compradores.

Além disso, como consumidores, estamos mais conscientes de nosso poder na sociedade porque, com pequenos gestos responsáveis, podemos gerar um grande impacto global.

► Boas práticas para cuidar do meio ambiente

A última das ações de marketing social que desejo comentar como tendência para 2020 é qualquer prática comercial focada na proteção do meio ambiente e dos recursos naturais do planeta.

Podemos ver como cada vez mais empresas cuidam muito da forma como divulgam suas mensagens. Por exemplo, com opções menos poluentes, ou sistemas para compartilhamento de informações verdadeiras sobre seus produtos ou serviços.

Como clientes, queremos ter informações concretas sobre o tipo de produto ou serviço que estamos comprando, se ele é seguro para crianças, pets e outros aspectos que antigamente não eram considerados vitais.

A legislação já impõe limites ao álcool e ao tabaco há muito tempo, mas existem muitos outros produtos com os quais devemos ter cuidado. Por exemplo, produtos alimentares muito açucarados ou prejudiciais.

As marcas, conscientes da preocupação dos usuários, são cada vez mais cuidadosas com suas campanhas de marketing e levam em conta o ambiente, o público alvo, e os canais.

· O futuro do marketing responsável

É claro que nem todos os setores estão igualmente cientes desse tipo de ações de marketing e, em alguns, ainda há um longo caminho a percorrer.

No entanto, podemos falar de uma tendência geral a uma maior conscientização, tanto por usuários quanto por empresas.

Os usuários não querem apenas gastar menos, eles querem comprar conscientemente. Eles querem comprar o que é melhor para eles próprios, mas também para o planeta.

Por tudo isso, neste artigo, compartilhei 7 tendências que podemos esperar avançar mais em 2020, de acordo com o que podemos detectar nos últimos meses.

Gostaria de saber sua opinião sobre isso, o que você acha dessas ações de marketing? Você acha que elas são uma realidade ou que ainda há muito o que fazer?

Daniel Bocardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.