Ideias de negócios sustentáveis para empreender e vender na Internet

Empresas sustentáveis são aquelas nas quais todos ganhamos, tanto o empreendedor quanto os consumidores e o público em geral.

Por um lado, através dos produtos e serviços que oferecem, ajudam outras pessoas a resolver um problema, satisfazer uma necessidade, realizar um desejo ou melhorar sua vida de alguma maneira.

Por outro lado, empresas sustentáveis e ecológicas melhoram o mundo em diferentes áreas, tais como reutilização de materiais, uso de embalagens recicláveis, medidas de produção limpas, e muito mais.

Obviamente, e longe do que você pensa, tudo isso é acompanhado por uma renda que o empreendedor gera para continuar no mercado e crescer.

À primeira vista, empreender aplicando essa filosofia parece ser a opção perfeita, pois ter um negócio lucrativo não significa estar em desacordo com a sustentabilidade.

De qualquer forma, é um assunto que vale a pena tratar em profundidade, e é por isso que hoje vou falar sobre isso neste artigo. Em particular, veremos:

1-Os pilares nos quais um negócio sustentável e lucrativo se baseia.

2Setores potenciais para iniciar um negócio ecológico.

3-Como a sustentabilidade também é possível em lojas virtuais.

Negócios sustentáveis ou lucrativos? Não, não é preciso escolher entre as duas coisas. Eu já previa isso no início, a sustentabilidade não precisa ser incompatível com a lucratividade de um negócio. Todas as empresas têm suas dificuldades, e é necessário seguir uma série de etapas para criá-las, fazê-las crescer, ocupar o mercado e atrair clientes.

Isso acontece tanto com empresas sustentáveis, quanto com empresas que não são.

Nenhuma delas publica um site e em minutos fatura € 5.000.

A estratégia é a base para que um negócio, seja qual for sua natureza, seja lucrativo. Para isso, devemos adicionar a constância e o esforço do criador.

Dito isto, o que nos leva a pensar que um negócio sustentável não pode ser rentável? Alguns pontos me ocorrem:

1-As matérias-primas, no caso de comércio eletrônico sustentável, geralmente são mais caras.

2-Processos de fabricação mais caros (feitos à mão, etc.)

3-A produção em pequena escala também torna esse tipo de produto mais caro.

4-Marcas ecológicas são direcionadas a um público mais selecionado.

Todos esses pontos nos levam a ter produtos de melhor qualidade e também a oferecer uma melhor experiência ao usuário. E não é isso que o cliente está procurando? Todas as empresas devem oferecer produtos e serviços de qualidade.

No caso de serviços, é mais difícil medir a sustentabilidade. Embora normalmente possa estar ligado ao consumo de recursos, facilitando a obtenção e a rentabilidade.

No entanto, em qualquer caso, existem alguns pilares básicos que toda empresa deve incluir para demonstrar que atende a essas duas características. Vamos vê-los:

Adicionar valor

O primeiro aspecto para uma empresa ser lucrativa é ter um produto ou serviço que agrega valor. Caso contrário, ninguém iria querer comprá-lo. Você deve resolver um problema real e atender às necessidades do público alvo.

Então, como dica, eu diria para você estudá-lo completamente. Seu produto ou serviço resolve uma necessidade real?

Seja escalável

Provavelmente a pedra angular de tudo isso. Quanto mais sua empresa crescer, sem precisar dedicar um esforço proporcional, mais lucrativa será. Isso é possível com comércio eletrônico, infoprodutos e até treinamento em grupo.

A ideia é alcançar mais pessoas com os mesmos esforços. A verdade é que a sustentabilidade é um aspecto que supera grande parte dos consumidores e um dos valores mais exigidos.

Automatizar tarefas

Meu conselho é automatizar tudo o que você puder automatizar e evitar a necessidade de fazê-lo manualmente. Há tarefas que levam muito tempo e não são exatamente as que mais exigem nossa atenção (embora sejam relevantes para os negócios).

Uma maneira de poder atendê-los sem demandar muito tempo da equipe de suporte é através da automação. A tecnologia nos permite fazer quase tudo nesse sentido. Você só precisa encontrar as ferramentas  certas  e implementá-las.

Terceirize

Este ponto está vinculado ao anterior. O que você não pode automatizar e não corresponde à sua zona de genialidade, terceirize. É outra maneira de se libertar de tarefas que prejudicam sua produtividade.

No entanto, você terá que encontrar as pessoas certas. Existem ótimos profissionais que poderão ajudá-lo em seus negócios. Faça um processo de seleção simples, mas eficaz.

Incluir estratégias comprovadas

Por exemplo, email marketing. Já comentei em outras ocasiões que é um dos canais que oferece os melhores resultados em termos de conversão, pois através dele é possível manter um relacionamento direto e próximo com seu público; você só precisa saber em que seu público está interessado e oferecer exatamente isto a eles.

Essa estratégia é mais do que comprovada. Todas as empresas lucrativas a utilizam, seja para reportar, compartilhar conteúdo ou vender.

Reduzir o consumo de papel

Para criar um negócio sustentável, você deve pensar em tudo, fazendo alterações em diversos aspectos para incorporar medidas que contribuam para o cuidado do meio ambiente, como a redução do consumo de papel.

Embora estejamos falando de negócios digitais, uma grande quantidade de papel ainda é consumida. Tomamos notas, imprimimos documentos, distribuímos conteúdo em panfletos.

Uma maneira de reduzir o consumo pode ser a reutilização do papel para aproveitar o lado não utilizado.

Use materiais reciclados

Nesse sentido, pode ser dos próprios consumíveis (como o artigo de que falamos anteriormente), até as matérias-primas dos produtos que um comércio eletrônico sustentável comercializa.

Minimize o consumo de eletricidade

Este ponto está relacionado ao que discutimos anteriormente sobre a redução do consumo de papel. Ambos ajudam a construir um negócio sustentável e lucrativo, porque, por um lado, minimizam o impacto ambiental e, por outro, economizam custos.

Contrate fornecedores comprometidos

Seria inútil cuidar de seus processos, reutilizar recursos e minimizar o consumo, se você contratar fornecedores que, por exemplo, na remessa de pedidos são os que geram mais emissões. Antes de contratar, revise as políticas da empresa.

Promover um comportamento responsável

Certamente você recebeu emails com uma mensagem que recomenda que você não imprima se não for necessário. Este poderia ser um exemplo.

Outro bom exemplo seria enviar mensagens sustentáveis para sua comunidade por meio de mídia social ou email marketing. Você pode até criar desafios virais criados para promover a sustentabilidade.

Todas essas medidas juntas possibilitam que você tenha um negócio sustentável e lucrativo. Como você pode ver, há vários aspectos que você deve considerar e, embora os tenhamos resumido em 10, pode haver muitos mais.

Existem setores que já estão investindo nesse tipo de estratégia e, por isso  estão na vanguarda do mercado sustentável, possibilitando que isso aconteça.

A seguir, falarei sobre eles, pois acredito que isto poderia servir como fonte de inspiração.

Tipos de negócios digitais, lucrativos e sustentáveis

Em alguns setores, negócios sustentáveis já são uma realidade, até uma tendência! Na maioria dos casos, a lucratividade está associada à sustentabilidade. Cada vez mais, o usuário opta por esse tipo de produtos e serviços e descarta rapidamente aquelas empresas que se afastam desse modelo.

Portanto, você precisará criar um negócio sustentável, ou seu projeto não será lucrativo. Vamos ver de que setores estamos falando.

Moda e beleza sem crueldade

Esse tipo de negócio sustentável é baseado na criação de produtos sem uso em animais. Ou seja, as peças de vestuário fabricadas sob essa filosofia não têm pelo de origem animal.

Embora também seja comum encontrar cosméticos “livres de crueldade”, a opção vegana também é uma alternativa sustentável. Este tipo de produto é planejado para não conter ingredientes de origem animal e, apenas, incluir componentes naturais que respeitem o meio ambiente.

Gastronomia orgânica

Também há sites de lojas sustentáveis que vendem alimentos orgânicos. Além disso, outros empreendedores criam cursos e guias para ensinar como plantar um jardim em casa e, assim, poder desfrutar desse estilo de alimentação saudável.

Decoração e móveis reciclados

Algo que está muito na moda hoje em dia é a fabricação de móveis e elementos decorativos a partir de materiais como paletes ou pneus. Na Internet, você pode encontrar vários tutoriais sobre como criar artigos realmente elegantes, além de empresas baseadas em ajudá-lo a fazê-las.

Se você preferir que eles sejam enviados para casa prontos para uso, você também encontrará lojas online que podem oferecer essa opção.

A sustentabilidade no comércio eletrônico também é possível

A grande vantagem dos negócios online, incluindo comércio eletrônico, é que eles podem vender seus produtos em qualquer lugar do mundo. Algo que se reflete na escalabilidade das vendas.

No entanto, essa vantagem ao mesmo tempo é uma desvantagem para ser considerada sustentável. Aqui, questões como distribuição entram em jogo ou o processo de logística com o qual trabalham.

Quando uma loja online na Espanha faz uma remessa para o Chile, por exemplo, ela precisa fazer uso de transporte basicamente marítimo, terrestre e aéreo. Isso se traduz em poluição e, portanto, gera um impacto negativo no meio ambiente.

Para aliviar isso e melhorar a sustentabilidade no comércio eletrônico, proponho soluções como estas:

Escolha um distribuidor competente para fazer suas entregas

A empresa a quem confia os seus envios deve garantir que o produto chegará sem o menor risco à pessoa que o comprou. Este deve ser um dos principais requisitos.

No entanto, é também uma das partes do negócio que mais polui. E é aí que surge o problema, porque sem transporte não há entrega e sem entrega não há negócio.

Embora seja quase impossível operar em um mundo globalizado sem usar transporte, o impacto poderia ser minimizado. É por isso que você deve escolher uma empresa que tenha alternativas ecologicamente corretas; como a opção de usar veículos de baixa emissão ou reduzir a frequência para otimizar cada viagem que um veículo faz.

Isto significa que, no mesmo envio, ao invés de entregar 10 pacotes, você pode entregar 100. Isso pode significar alongar o tempo de espera do cliente, mas se você se dirigir a um público que preza pelo respeito ao meio ambiente, os usuários não se sentirão incomodados por isso. Além do mais, pode ser um ponto a seu favor.

Ofereça a possibilidade de entrega de pedidos em um ponto de coleta

Esta é outra forma de otimizar a entrega de produtos. Assim, o entregador só terá que se deslocar a um destino; o ponto de coleta. Todos os pacotes serão deixados no mesmo local, e cada cliente poderá ir buscá-lo quando quiser.

A Amazon já possui esse tipo de serviço. Às vezes, é mais conveniente para o usuário, pois é provável que quando o pedido chegar em casa não haja ninguém para recebê-lo.

Use embalagens sustentáveis

Seja qual for o tipo de embalagem que você precisa, procure a opção mais ecológica. Pense em materiais reciclados e biodegradáveis, evite plásticos e espuma de poliestireno.

Reduza a quantidade de papéis usado nas caixas para evitar que o produto se estrague. Encontre outra maneira mais ecológica de fazer isso.

Por outro lado, se você for incluir informações adicionais sobre o seu produto, faça-o por e-mail. Isso evitará o uso de mais papel.

Adote um comportamento sustentável em sua empresa

Aqui quero dizer, principalmente, para reduzir o consumo de eletricidade. Uma opção seria encontrar um local onde entra boa luz natural e, assim, evitar ter que gastar com eletricidade.

Também pode reduzir o seu consumo desligando o computador, em vez de o deixar em suspensão ou, se utilizar máquinas, regulando o seu funcionamento.

Crie um sistema de reembolso eficiente

Certifique-se de ter um negócio sustentável em todas as suas vertentes e, assim como na entrega, encontre a eficiência nas devoluções que os clientes solicitam.

Neste artigo, expus muitos argumentos para que você entenda que ter um negócio online ou ecommerce sustentável e ao mesmo tempo lucrativo é possível.

Você não precisa poluir o planeta para fazer negócios. Existem muitas maneiras de obter renda com atividades que respeitem o meio ambiente.

Então, agora, use as ideias que você acabou de conhecer para incorporar medidas que aproximem você da sustentabilidade, e que cheguem a um público mais amplo e, acima de tudo, aquele segmento de consumidores preocupados com o meio ambiente!

Traduzido por Micheli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.