3 tipos de newsletters para sua estratégia de email marketing

Antonio Martín

Enviar uma newsletter, criar um autoresponder, colocar um formulário de assinatura no seu blog ou website é relativamente fácil.

Existem milhares de tutoriais e artigos explicando como detalhadamente cada uma dessas tarefas e muito mais, mas isso não irá lhe ajudar a criar uma estratégia de email marketing de sucesso.

Fazer essas pequenas tarefas sem ter uma estratégia por trás é a maneira mais curta para a frustração por não ver resultados em seu email marketing.

Tudo que você faz tem que ter uma razão e estar alinhados com a sua estratégia de email marketing. Podemos ver em profundidade a criação de estratégias de email marketing, mas podemos começar com algo muito importante.

Neste artigo, gostaria de concentrar-se na base de qualquer estratégia de email marketing: tipos de email que você pode enviar para seus assinantes e os objetivos para cada um deles.

Ao longo do artigo, você vai saber:

  • Que tipos de email existem.
  • Qual é o objetivo de cada um desses emails.
  • Qual é o objetivo final de qualquer estratégia de email marketing que você não pode esquecer e quais tipos de emails são usados para cada estratégia.
  • A relação perfeita de tipos de emails que você deverá enviar para criar uma boa estratégia de email marketing
  • Exemplos de subtipos dentro de cada tipo de emails.

Você está interessado? Bem, vamos começar.

Tipos de emails que existem para uma estratégia de email marketing bem sucedida

Quando você deseja criar uma estratégia de email marketing, o fator mais importante é o tipo de emails que você irá enviar. Pois dependendo em como seus emails forem criados, você poderá ou não ter sucesso em sua estratégia de email marketing.

No momento em que você cria uma estratégia de email marketing, você deseja obter um ou mais destes 3 objetivos:

  • Aumentar a sua autoridade.
  • Conectar-se com seus clientes.
  • Melhorar suas vendas.

E como podemos alcançar estes objetivos através de uma estratégia de email marketing? Com os três tipos de emails que existem em email marketing.

  • Emails para agregar valor.
  • Emails para criar uma relação de confiança.
  • Emails para vender.

Sim, mesmo que pareça muito simples, não existem outros tipos de emails além dos três listados neste artigo. Cada um serve a um propósito em sua estratégia de email marketing.

  • Os emails enviados para agregar valor, ajudam a aumentar a sua autoridade.
  • Os emails para criar relações de confiança, ajudam a se conectar com os seus clientes.
  • Os emails para vender, irão ajudar a melhorar suas vendas.

Todos os emails que você enviar para sua lista de assinantes serão de um tipo ou de outro  e irão ser usados para cumprir o objetivo que você planejou para a campanha. Obviamente, você pode misturar vários tipos em um único email.

Por exemplo, você pode enviar um email que seja criado para agregar valor e vender. No entanto, a newsletter sempre terá um objetivo predominante.

Eu deixei de fora dessa relação de tipos de emails a mensagem de boas-vindas. Esta é uma mensagem muito especial que nunca pode faltar na sua estratégia.

É um email de boas-vindas para a sua comunidade e para se apresentar. Podemos dizer que este email é focado na criação de uma relação de confiança, mas eu prefiro destacar esta mensagem, devido a sua importância.

Enfim, é um email que é enviado apenas uma vez,  por isso desde que você saiba que é um email importante e que deve ser enviado, você não precisa mais se preocupar com esta mensagem.

Nós já falamos sobre vários objetivos na sua estratégia, mas na realidade existe um objetivo que todas as empresas querem atingir, pois caso contrário não seria uma empresa, e que está acima de todos os demais. E é um objetivo que nunca devemos perder de vista.

Continue lendo e eu vou explicar (embora como você é uma pessoa inteligente, tenho certeza que você já suspeita qual é, verdade? ;))

O principal objetivo de qualquer estratégia de email marketing

É claro que o objetivo final de qualquer um, seja um profissional autônomo online ou um proprietário de uma pequena empresa é vender. Caso contrário, você não poderá pagar as suas contas e seu negócio vai falir. Não existe como fugir disso.

Mas, para vender, você não deve enviar apenas emails de vendas, um atrás do outro. Se você fizer isso, eu garanto que tudo o que você vai conseguir é ver como os seus assinantes irá cancelar sua newsletter em um curto espaço de tempo, além do fato de que isto irá danificar a sua reputação, uma vez que muitos irão marcá-lo como spam. Este é um dos principais erros que muitos usuários cometem.

Para vender, você precisa primeiro de duas coisas:

  • Demonstrar a sua autoridade. Você precisa demonstrar para os seus assinantes que você sabe sobre o que você está falando e você pode solucionar os seus problemas com seus produtos e serviços.
  • Criar uma relação de confiança. Lembre-se que ninguém compra um produto ou serviço por si só, mas compra de alguém em quem podem confiar. Se o usuário não confia em você, você pode criar o melhor produto ou serviço, mas você  não vai conseguir vender nada.

Então, você precisa estabelecer a relação de emails que você está enviando, para criar uma estratégia de email marketing de sucesso, misturando corretamente os 3 tipos diferentes de email marketing. E é isso que eu pretendo explicar na próxima seção do artigo.

O equilíbrio perfeito entre emails para agregar valor, emails para construir uma relação de confiança e emails de vendas

Não existe um equilíbrio perfeito ou regra escrita em pedra que você deverá aplicar sempre na relação entre os tipos de email, mas você pode usar 2 escalas para guiá-lo:

El equilibrio perfecto entre emails para aportar valor, emails para crear confianza y emails de venta

Não existe um equilíbrio perfeito ou regra escrita em pedra que você deverá aplicar sempre na relação entre os tipos de email, mas você pode usar 2 escalas para guiá-lo:

  • Pareto pode ajudar você: Tenho certeza que você conhece a lei Pareto, certo? Você sabe, aquela que diz que 80% do lucro vem de 20% dos clientes ou 80% de suas tarefas mais importantes são realizadas durante 20% do seu dia de trabalho.

Bem, de acordo com Pareto, um bom equilíbrio seria 4 emails para agregar valor / construção de confiança para cada um email enviado para vender.

  • Não comece a  vender imediatamente: Quando um novo assinante se cadastra no seu mailing list, a primeira coisa com a qual você deve se preocupar é em mostrar como você pode ajudar este  usuário, para que ele confie em você.  Não deve tentar vender. Um erro comum é começar a tentar vender muito cedo.

Assim, considerando essas escalas Eu recomendo 5 emails para agregar valor, 2 emails para aumentar a confiança do assinante  e um email de vendas.

Você já reparou que a maioria dos blogueiros, quando criam um mini curso gratuito  como um incentivo para obter assinantes cria 5 lições?

Não há necessidade de enviar os 5 emails para agregar valor em sequência, enviando os dois para criar um relacionamentos de confiança apenas após a primeira série de mensagens, na verdade, é melhor  intercalar estes emails. A única recomendação, é sempre enviar o email de vendas por último.

Então, com essas dicas, você pode começar a criar uma boa estratégia de email marketing com uma boa sequência de mensagens para seus assinantes seguindo esta relação:

  • Um email de boas-vindas.
  • 5 emails para agregar valor.
  • 2 emails para criar relações de confiança.
  • Um email de vendas.

Logicamente essa relação não é estática. Dependendo do tipo de negócio com o qual você trabalha e como é o seu cliente ideal é perfeitamente possível que você tenha que alterar estas quantidades . Mas pode muito bem servir para começar e, em seguida, ir analisando as estatísticas, ver os resultados de cada email e alterar o que você precisar.

Antes de finalizar, eu gostaria de comentar sobre alguns subtipos dentro de cada tipo de email. não são todos os que existem, há muitos mais subtipos, mas para começar e dar-lhe ideias, estes exemplos podem ser muito úteis.

E-mails para agregar valor

E-mails para agregar valor são importantes para aumentar a sua autoridade. Com eles, seus assinantes irão se tornar clientes, porque você irá demonstrar que você tem conhecimentos e produtos suficientes para ajudar a resolver os problemas deles.

5 tipos de emails para agregar valor

> Uma lista

Uma lista de ferramentas, recursos, livros ou qualquer coisa que ajude seus assinantes. As listas, como os títulos dos artigos em um blog, funcionam particularmente bem em termos de open rates.

> Estudo de Caso

Neste tipo de email, você irá analisar em detalhe um caso de sucesso real e, principalmente, explicar detalhadamente os passos seguidos para atingir estes resultados.

> Dividido em partes

Você dividiria um determinado assunto em vários emails que você irá enviar a cada um ou dois dias para seus assinantes. Por exemplo, o mini curso com 5 aulas que muitos blogueiros oferecem como um incentivo para quem se registrar no mailing list.

> Estrutura Problema / Solução

Um email simples. Primeiro você envia uma mensagem apresentando um problema, idealmente deve ser algo que seu assinante possa estar enfrentando e, em seguida, você irá explicar a solução. Isto funciona muito bem quando você quer ir “aquecendo” a lista antes de enviar um email apresentando um produto ou serviço.

>  Desinteressado

É um email onde você compartilha com seus assinantes qualquer tipo de conteúdo valioso e útil (Artigos, vídeos) até mesmo de outros sites ou blogs, até mesmo dos seus concorrentes.

Emails para criar uma relação de confiança

Estes emails são focados em construir uma relação de confiança com seus assinantes. Lembre-se, que as pessoas vão comprar “você” em primeiro lugar e, em seguida, os produtos / serviços que você vende.

Sem confiança, é muito difícil ter sucesso em seu negócio online.

5 tipos de emails para criar uma relação de confiança

> Sobre Mim

Um email que não pode faltar. Neste email você explica sua história, seus valores, porque você faz o que faz e como você pode ajudar os seus assinantes. É um “Sobre mim” típico de um blog, mas em um email.

O objetivo é que os assinantes possam conhecê-lo. Note que se você fizer isso Bem, este é um email onde você terá usuários solicitando cancelamento, uma vez que haverá assinantes que não se conectam com você e preferem não receber mais newsletters.

> Principal problema

Outro email que geralmente nunca deve faltar. Normalmente, um email muito curto no qual você irá perguntar a seus assinantes qual é o seu principal problema relacionado ao seu nicho, para  que você possa ajudá-los. Para que isto funcione, você deverá responder 100% dos emails,  tentando ajudar cada usuário de forma individual  a resolver seu problema.

> Felicitações

Felicite os seus assinantes no Natal, aniversários, feriados importantes, etc. O custo em termos de tempo é baixo e é uma ótima maneira para mostrar-lhes que você não quer apenas vender.

> Como você usa seu tempo de lazer

Uma ótima maneira de se conectar com seus assinantes é falar sobre seus passatempos, você não precisa estar falando o tempo todo sobre o trabalho. E Idealmente, você deveria tentar relacionar seu hobby com algum valor, um ensinamento, etc. então você consegue um 2 para 1. Você estará aproveitando para aumentar a confiança e agregar valor na mesma mensagem.

>Os prós e contras do seu negócio

Um email em que você diz aos seus assinantes como você criou o seu último curso ou como você faz algo específico sobre o seu trabalho que pode ajudar aos seus leitores. Você já viu que muitos blogueiros publicam uma vez por mês em seu Blog Um relatório com a evolução do seu negócio? Seria uma ótima ideia enviar esta informação de forma exclusiva apenas para seus assinantes.

Emails para vender

São emails com um único objetivo: vender: Em qualquer negócio é preciso vender, se você não vender nada, você não tem um negócio, você tem um hobby.

3 tipos de emails para vender

> Emails de venda

Um email básico de vendas. Nele, você apresenta ao seu assinante os seus produtos e serviços, com algumas pistas, incentivando-o a visitar a sua página de vendas. Um ponto a salientar é que, em um email, você realmente não irá vender o seu produto / serviço, mas “vender” um clique. O que significa que você precisa que o seu assinante clique no link para acessar a página de vendas, que é onde ele efetivamente irá comprar o seu produto.

> Pré-lançamento

É uma newsletter ideal para “despertar” a sua lista e anunciar que você está lançando um produto ou serviço. Esta campanha também pode servir para obter informações úteis e melhorar a sua oferta.

> Para segmentar

É um email que é usado para agrupar os seus assinantes com base em seus interesses ou outro aspecto importante. Depois, você poderá enviar-lhes ofertas especiais de acordo com as suas necessidades e / ou interesses.

Em suma

Saber quais os tipos de emails e qual é o objetivo principal de cada um vai ajudar a criar uma estratégia de email marketing  com a qual você poderá obter os resultados desejados. Se você tem um negócio, você sempre estará vendendo, não se esqueça que você tem que pagar as contas todos os meses.

Para que você possa se lembrar de tudo o que explicamos no artigo, eu faço um resumo dos pontos principais.

Existem 3 tipos de emails:

  • Emails para agregar valor.
  • Emails para criar relações de confiança.
  • Emails para vender.

E os seus objetivos, respectivamente, são:

  • Aumentar a sua autoridade.
  • Conectar-se com seus clientes.
  • Emails para vender.

Embora o objetivo final de qualquer negócio é vender. Se não, você sabe, você não tem um negócio, você tem um hobby.

Uma boa estratégia de email marketing pode ter esta sequência de boas-vindas aos seus assinantes:

  • Um email de boas-vindas.
  • 5 emails para agregar valor.
  • 2 emails para criar relações de confiança.
  • Um email de vendas.

E os três principais tipos de email têm vários subtipos, por sua vez, alguns

Exemplos são:

  • Emails para agregar valor
    • Uma lista.
    • Estudo de caso.
    • Dividido em partes.
    • Estrutura de problema / solução.
    • Desinteressado.
  • Desinteressado.
    • Sobre Mim
    • Principal problema.
    • Felicitações.
    • Como você gasta seu tempo de lazer.
    • Os prós e contras do seu negócio
  • Emails para vender
    • Emails de vendas
    • Prelaunch
    • Para segmentar.

Espero que você tenha gostado do artigo. Ele pode servir como uma boa base para você começar a preparar sua própria estratégia de email marketing.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *