O que é remarketing e como funciona? [Tipos e exemplos]

Se você tem ou quer ter uma atividade comercial ou profissional lucrativa na Internet, o conceito de “conversão” será uma das principais prioridades do seu negócio.

Para converter visitantes em clientes, trabalhar no posicionamento de suas páginas no Google não será suficientes. Além disso, você terá que executar ações de remarketing, sempre.

E isso é, nós que trabalhamos com SEO estamos mais do que acostumados a ver casos em que o tráfego da web de novos visitantes tem uma taxa de conversão extremamente baixa. Estas estatísticas têm uma explicação simples:

Nem todo mundo que visita um site pela primeira vez irá comprar de você. Se você não cuidar de aspectos fundamentais para oferecer uma experiência agradável aos visitantes, será mais difícil convencê-los a confiar em você.

Embora seja verdade que a Internet nos oferece todas as ferramentas que precisamos para ganhar muito dinheiro, temos que ter o conhecimento necessário e, antes de tudo, saber qual é o caminho que devemos seguir. Pense nisso:

  1. Seu site é uma vitrine digital e, portanto, deve transmitir uma imagem verdadeira do que sua empresa representa.
  2. Seu conteúdo deve incluir palavras-chave baseadas nas buscas do seu público-alvo.
  3. Toda a sua estratégia de comunicação on-line deve contemplar fases diferentes pelas quais seus visitantes passarão, antes de se tornarem seus clientes.

Nesse sentido, hoje vou falar sobre o remarketing, como estratégia para se reconectar com seus visitantes e, assim, aproveitar ao máximo todo o dinheiro que você já investiu em SEO ou publicidade on-line (entre outras coisas).

Para isso, vamos responder o que é remarketing, quais são todas as suas vantagens, como você pode aplicá-lo de acordo com as ferramentas que você usa para anunciar online e, finalmente, alguns casos de sucesso, para que você veja que tudo isso realmente funciona.

· O que é remarketing?

Embora com a introdução eu já tenha chegado longe o suficiente, aqui eu quero dar a você uma definição mais precisa do que é remarketing:

“O remarketing é uma série de ações ou técnicas de marketing altamente eficazes que você pode usar para fomentar mais conversões. Isto é conseguido através da criação de anúncios segmentados para um público que já interagiu com sua marca, como uma visita ao seu website, um download ou uma assinatura.”

Se você entender este conceito, você verá que a segmentação é fundamental para alcançar resultados e, para isso, você precisará adaptar sua estratégia de marketing digital para separar seus leads de acordo com o seu comportamento.

Algo que você deveria saber, e que eu já estou aplicando para ter meu Blog adaptado, é que a partir de maio deste ano as coisas vão mudar um pouco em relação ao tratamento que devemos dar aos e-mails e aos dados dos nossos usuários.

E o que eu quero dizer para você com isso? Bem, em maio entrará em vigor o novo RGPD, o regulamento de proteção de dados da União Europeia, e entre suas particularidades há uma que nos afeta se quisermos fazer remarketing legalmente.

De acordo com o RGPD, você não pode fazer ações de remarketing e enviar e-mails para recuperar carrinhos abandonados ou oferecer novas promoções, a menos que o usuário tenha dado seu consentimento prévio.

remarketing

· Vantagens de fazer remarketing on-line

Deixando de lado os aspectos legais, vamos falar sobre as vantagens de trabalhar com estratégias de remarketing. Podemos usar técnicas de remarketing para obter melhores resultados em campanhas segmentadas para vender para usuários que já conhecem nossa marca.

Mas não só isso, além de aumentar a taxa de vendas, convertendo um maior número de usuários em clientes, você pode conseguir estes objetivos gastando menos dinheiro.

Isso tudo parece ótimo, você não acha? Mas,  e se eu te disser que o remarketing tem muitos outros benefícios com base na segmentação de seus leads?

Analisando o comportamento de seus visitantes e aplicando essas técnicas, você pode melhorar aspectos como:

  1. A memória da sua marca na mente do consumidor digital.
  2. A criação de um público personalizado para impactarcom o com a promoção perfeita.
  3. A frequência ideal para abordar usuários sem exagerar.
  4. Otimização de KPIs, como CPC, custo por anúncio ou impressão.
  5. A implementação de outras ações complementares, como venda cruzada.

· Diferença entre remarketing e retargeting

Na verdade, não há grande diferença entre esses conceitos quando nos referimos a ações on-line, porque o remarketing também molda as ações executadas em estratégias off-line.

Portanto, poderíamos dizer que o remarketing é um conceito mais amplo que o retargeting, mas poderíamos usar os dois termos para falar sobre estratégias de remarketing.

Se você está procurando a definição de retargeting online, você encontrará descrições muito semelhantes que sugerem sua utilidade para atrair usuários específicos que já interagiram com sua marca, através de cookies, uma tag ou pixel inserido em um site.

“A nível online, fazer retargeting ou remarketing é equivalente a anunciar on-line segmentando dados de clientes em potencial.”

Em outras palavras, ambos os conceitos referem-se à publicidade orientada para um público personalizado que já tem um certo interesse em uma marca, produto ou serviço.

cómo funciona el remarketing

·Como funciona o remarketing on-line?

Embora nos parágrafos anteriores já falamos sobre as vantagens do remarketing, há algo ainda mais importante. Precisamos conhecer as diferentes ferramentas disponíveis para anunciar online. Existe uma grande variedade de recursos gratuitos e pagos, com cada vez mais opções para criar estratégias de sucesso.

Por essa razão, e para você entender como tudo isso funciona, nesta seção vamos ver quais são as ferramentas mais usadas na Internet para remarketing, bem como alguns exemplos reais de histórias de sucesso.

► Ferramentas e recursos para remarketing

O remarketing nos ajuda a “alcançar” pessoas que já nos visitaram através de anúncios. E isso é possível graças a ferramentas populares como o Google AdWords e as redes sociais, embora também seguindo uma estratégia de email marketing (tendo solicitado o consentimento expresso dos assinantes).

Embora o Google Adwords não é a única ferramenta desenvolvida para esta finalidade, é um dos pioneiros, porque foi projetado para trabalhar com:

  1. Remarketing de display ou para usuários que já visitaram um website.
  2. Remarketing dinâmico para aqueles que abandonaram um carrinho e/ou visitaram um determinado produto.
  3. Remarketing para determinadas palavras-chave.
  4. Remarketing de reprodução de vídeos do YouTube.
  5. Remarketing para impactar público-alvo semelhante aos que já interagiram no passado.

Atualmente, encontramos no Google Adwords a opção “Remarketing” depois de ter selecionado o tipo de público para o nosso grupo de anúncios na seção “Audiências” “Editar audiências“.

remarketing

Além disso, pouco a pouco as redes sociais estão incluindo esse tipo de opções em suas plataformas para criar campanhas de social ads . Por exemplo, podemos lançar campanhas de remarketing usando:

  1. Anúncios do Google AdWords.
  2. Anúncios dinâmicos do Facebook Ads.
  3. Públicos personalizados de anúncios do Twitter.

Com qualquer uma dessas opções, você pode criar seus anúncios com base em objetivos diferentes e o tipo de usuário que você está segmentando. Por exemplo:

  1. Para promover seu produto ou serviço entre as pessoas que já visitaram o seu site.
  2. Para fechar as vendas de pessoas que estavam prontas para comprar mas desistiram por alguma razão.
  3. Para promover produtos entre pessoas que já se inscreveram anteriormente a uma newsletter.
  4. Para aumentar o número de atualizações ou compras em um app entre usuários que já fizeram o download.

Além disso, para quem trabalha com ecommerce, quando o remarketing é uma técnica altamente eficaz, é possível criar listas a partir de:

  1. Usuários que visitaram determinados detalhes do catálogo de produtos.
  2. Usuários que adicionaram ou excluíram produtos do carrinho.
  3. Usuários que aplicaram cupons de desconto.

Um bom estudo de caso de remarketing para um ecommerce seria uma campanha, projetada a partir do rastreamento do carrinho, que combinaria o uso das ferramentas do Google AdWords e Google Analytics. Isso nos permitiria:

  1. Analisar e conhecer a taxa de retorno.
  2. Detectar o que está falhando em nosso site.
  3. Atuar no funil de conversão com práticas eficazes.

Se o ecommerce não estiver realizando campanhas de remarketing, cada usuário (que se torne um cliente ou não) que navegar na loja, não verá mais nenhum anúncio depois de terminar a sua visita.

No entanto, graças ao remarketing on-line e à inclusão de cookies nos navegadores, esses usuários podem continuar a receber publicidade relacionada a ofertas de seu interesse, aumentando consideravelmente as chances de que eles comprem.

Bem, portanto, para tudo isso ser possível, você deve ter instalado neste ecommerce, o código html correspondente ou a tag HTML para registrar os cookies.

Antes de concluir este ponto, preciso explicar-lhe que o Facebook Ads e o Twitter ads também oferecem ferramentas de remarketing.

Por exemplo, no Power Editor da plataforma do Facebook Ads, na seção “Audiência”, você poderá encontrar as diferentes opções para criar um público personalizado.

remarketing

remarketing

Podemos fazer campanhas de remarketing usando:

Anúncios personalizados e públicos dinâmicos no Facebook. Você precisará incluir um pixel em seu site de destino ou instalar o SDK do Facebook no seu aplicativo. Você também pode precisar saber em profundidade como o Business Manager e seu catálogo de produtos funcionam.

Audiências personalizadas do Twitter. Você precisará configurar o rastreamento de uma lista de usuários do Twitter que visitam seu website, adicionando uma tag de conversão em seu site. Estas listas lhe permitem enviar mensagens personalizadas nas suas campanhas de remarketing no Twitter Ads.

ejemplos de remarketing

► Exemplos de campanhas de remarketing

Depois de tanta teoria, e como promessa é dívida, é hora de falar sobre alguns exemplos reais de empresas que implementaram campanhas de remarketing em suas estratégias.

Aliás, elas fizeram muito sucesso, de acordo com os comentários nas suas redes sociais. Vamos vê-las!

> Anúncios dinâmicos para agências de viagens

Meliá ou Cathay Pacific Airways são algumas das empresas que o Facebook destaca na página de casos de sucesso com anúncios dinâmicos para o setor de turismo.

Criar uma campanha com base nesse tipo de anúncio nos permite aumentar consideravelmente as chances de que os visitantes contratem os serviços destas agências.

O caso da Meliá é um reflexo fiel disso, porque usando os anúncios dinâmicos do Facebook Ads, o ROI das suas campanhas de publicidade on-line foi 6,7 vezes maior do que com outras ações de remarketing tradicionais.

E como eles conseguiram isso? Bem, mostrando anúncios de certos hotéis para clientes de suas diferentes regiões-alvo, com as melhores mensagens para cada um, de acordo com seus interesses.

Isso é algo que eles nunca haviam feito antes, pois eles tradicionalmente exibiam anúncios com base no destino, mas usando os anúncios dinâmicos, também podem mostrar diferentes hotéis de acordo com as necessidades de cada cliente.

> Públicos personalizados para o setor de moda

As campanhas de iclothing, empresa de moda feminina irlandesa, são um ótimo exemplo de remarketing no Twitter. Tanto que a própria rede social incluiu em sua lista de casos de sucesso um depoimento desta empresa, com estatísticas e dados reais de cada uma das suas ações.

A chave para o sucesso da iclothing não é apenas ter um modelo poderoso de negócios, mas também em apostar em colaborações frutíferas e trabalhar para alcançar seus objetivos de marketing.

Usando o público personalizado do Twitter, esta empresa conseguiu criar campanhas muito eficazes destinadas apenas a mulheres irlandesas interessadas em moda.

E como eles conseguiram isso? Bem, para isso, eles criaram anúncios no Twitter Ads com etiquetas personalizadas e fotos diferentes para impactar usuários que abandonaram um carrinho ou, simplesmente, que visitaram o site. Assim, a predisposição desse público feminino para fazer uma compra acabou sendo positiva em um bom número de casos.

E com isso eu gostaria de terminar este artigo sobre campanhas de remarketing na internet, mas primeiro, eu gostaria de pedir sua opinião sobre este tópico, você já aplicou técnicas de remarketing em suas campanhas?

Daniel Bocardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.