A Microsoft endureceu as métricas de reputação dos remetentes no Hotmail e Outlook

Parece que algo está ocorrendo nas esferas superiores dos sistemas de email da Microsoft.

Após o impacto grave que sofreram em todo o mundo em setembro de 2017 e os movimentos de grandes operadores ESP como a Mailchimp que anunciaram que iriam tomar medidas internas para evitar o envio de spam usando seus servidores, a Microsoft decidiu agir para reduzir o envio de emails não desejados através do Hotmail e do Outlook.

Especificamente, como os órgãos de certificação dos nossos IPs nos informaram, a partir de dezembro de 2017, a Microsoft reduzirá as métricas usadas para calcular a reputação dos remetentes, ou o que é conhecido pelo acrônimo em inglês S.R.D. (Sender Reputation Data).

Oficialmente, serão estes:

https://help.returnpath.com/hc/en-us/articles/220225128-How-are-Microsoft-Sender-Reputation-Data-SRD-rates-used-in-IP-Certification-compliance-

e de acordo com nossas fontes, esses dois pontos serão modificados:

1.  A métrica IP Microsoft SRD individual será alterada, de modo que um IP com 11 ou mais votos SRD (mínimo 5 votos Junk) será aplicado com um limite SRD de 45%.

A taxa para aqueles com menos votos SRD permanecerá inalterada.

2. A taxa de queixa global da Microsoft foi reduzida de 0,40% para 0,20% para cumprir os processos de filtragem da Microsoft

Como isso pode afetar suas campanhas de email marketing?

Basicamente, e-mails com muito volume, que estão próximos dos limites anteriores para diminuir a reputação do remetente, podem começar a enfrentar mais filas nas campanhas e piorar os resultados. Será necessário maximizar as medidas para garantir que as newsletters sejam 100% de acordo com o regulamento CAN-SPAM para evitar esse cenário:

O que é a lei CAN-SPAM?

Noé Soriano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.