3 formas simples de aumentar a taxa de cliques das suas campanhas de email marketing

Mais cliques nos links das suas campanhas de email marketing significam mais possibilidades de venda, certo? É claro que se os contatos não forem ao seu site ou loja, é muito provável que não comprem.

Como, então, podemos obter mais cliques em nossos links ou chamadas à ação?

Bem, para este pequeno problema, existem alguns truques muito simples que você pode aplicar muito facilmente.

Se você usá-los da forma correta, terá muito mais cliques.

Vamos vê-los, começando pelo mais clássico.

Vamos começar:

1.- Reenvie a newsletter a quem não a abriu

Esta é a coisa mais simples que podemos fazer, não requer quase nenhuma intervenção de sua parte.

Basta utilizar a ferramenta de segmentação incluída na Mailrelay, para poder criar um segmento com os contactos que receberam a newsletter, mas não a abriram.

Você pode enviar a mesma newsletter para aquele segmento de contatos que não abriu o primeiro email, talvez variando o assunto, ou, se tiver tempo, o conteúdo, caso tenham recebido a newsletter.

Isto irá aumentar o número de visualizações, o que consequentemente irá aumentar sua taxa de cliques.

Se você tem um produto ou serviço para vender, essa é uma maneira fácil de conseguir mais leads.

Não descarte esta opção:

► Adicione esse link em outra newsletter

É claro que se o link que você está compartilhando é muito importante, por exemplo, uma promoção que você está fazendo, você vai querer dar a ele a máxima difusão possível.

Se, por exemplo, você estiver enviando uma postagem em seu blog, poderá adicionar o link como um lembrete e obter alguns cliques extras dessa forma.

Vejamos agora outra estratégia que me deu alguns bons resultados quando a usei.

Coloque o link de destino em dois locais na newsletter

2.- Coloque o link de destino em dois locais na newsletter

Nesse caso, se tivéssemos deixado apenas um dos links, para cima ou para baixo, tanto faz, os cliques teriam sido perdidos.

Importante
Lembre-se de que mesmo se você usar o mesmo link de destino, a Mailrelay os distingue nas estatísticas, para que você sempre possa ver quais funcionam melhor.

A estratégia que seguimos neste caso foi colocar um primeiro link acima, que já é clicado por pessoas que costumam ler as postagens, ou seja, não precisam ficar muito convencidas, pois são leitores regulares.

Nesse caso, o link na parte superior funciona bem.

Para os assinantes que não estão seguros, o restante do texto irá convencê-los a clicar, com uma explicação sobre o conteúdo do texto, e um pequeno incentivo por meio de uma história engraçada (ou não engraçada, que gosto). No final, eu adicionei o mesmo link, porém em outra posição.

Outra estratégia semelhante que também funciona muito bem é realizar um pseudo teste a/b:

Utilizar dos alternativas del mismo enlace

3.- Use duas versões do mesmo link

Neste caso, os dois links estão no mesmo local, um abaixo do outro, para que o contato os veja mais ou menos ao mesmo tempo.

O que muda é o “texto de vendas“, e de forma bastante substancial.

O destino é o mesmo, e o contato sabe disso, não está escondido, mas um dos links chama muito mais a atenção, devido as necessidades ou gostos dos assinantes.

Esta forma de incluir chamadas à ação não só lhe proporcionará um maior volume de cliques, como também lhe permitirá conhecer melhor os seus contatos e saber o que necessitam.

Muito interessante, não é?

Algumas dicas e ideias extras

► Algumas dicas e ideias extras

Se você seguir os pontos que mencionamos acima, com certeza terá mais cliques.

Eu consegui aprender isso ao longo dos anos, depois de tentar muito.

Mas se ainda não for o suficiente, ou se você quiser tentar mais coisas, aqui estão algumas sugestões que você pode tentar. Embora neste caso, estas dicas não sejam válidas em 100% dos casos, e você terá que fazer testes:

1) Use botões e frases de chamariz mais visíveis

No meu caso não vi diferença em usar e-mails do tipo link de texto ou botões com um design gráfico mais “impressionante”. Até agora, se houve diferenças, foi por causa das estratégias de que falei e dos textos usados.

As frases de chamariz e os links devem estar claramente visíveis. Se você acha que por algum motivo um botão gráfico seria mais visível, experimente.

Como os botões geralmente não podem ter tanto texto, ou eles deixam de se parecer com botões, você pode adicionar uma frase impactante logo abaixo:

Em qualquer caso, o botão nem sempre é essencial.

2) Faça testes A/B com diferentes linhas de assunto

Embora possa não parecer, existe uma relação entre o assunto da newsletter e a taxa de cliques.

A explicação pode ser que dependendo do assunto o contato estará mais ou menos predisposto a abrir o email ou clicar para visitar o website.

Seja qual for o motivo real, você poderá criar um teste A/B em apenas alguns minutos, você pode ver o artigo explicativo aqui.

3) Se você notar que os resultados estagnam ou se deterioram aos poucos com o tempo, faça testes

Com o tempo, se o conteúdo que você envia for mais ou menos o mesmo, se você usar um link ou call to action como “clique aqui” ou “leia mais”, seu público pode se acostumar.

E assim poderiam começar a ignorar seus links.

Se isso acontecer e você perceber que os resultados estão piorando aos poucos, com menos cliques, tente mudar algo, como os pontos que discutimos.

Experimente esses truques

Levará apenas mais alguns minutos quando você estiver preparando suas newsletters

Se você dedicar apenas mais alguns minutos, você obterá mais cliques em suas campanhas de email marketing.

Se você detectar oportunidades de vendas nesses cliques, o esforço empregado será muito mais bem valorizado.

Espero que este post tenha sido útil.

Traduzido por Micheli.

Jose Argudo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.