10 exemplos de campanhas de newsletters engraçadas para manter sua audiência engajada

O seu público gosta de receber newsletters regularmente, mas as estatísticas de email marketing também confirmam um fato revelador: 86% dos consumidores consideram que mais da metade dos emails que eles recebem não são úteis.

Então, o que você precisa fazer para enviar e-mails que seu público aprecie e queira ler?

Apenas uma palavra: variedade.

O email marketing é muito mais do que promoções ou newsletters mensais aqui e ali. De correspondências com listas de recursos ou dicas a tutoriais passo a passo, há um mundo inteiro para explorar.

Você não deveria criar apenas emails de vendas diretos, mas buscar atingir objetivos de longo prazo, como:

🌟 Educar seu público

🌟 Incentivar novos hábitos

🌟 Criar expectativa

🌟 Construir confiança

🌟 Tornar sua marca mais conhecida

Esses e-mails não farão você vender mais hoje, mas o ajudarão a construir uma comunidade em torno de sua marca. E é isso que fará você vender mais amanhã.

Portanto, se você enviar e-mails promocionais para sua lista de contatos, ótimo, bom começo. Mas se você deseja criar um relacionamento duradouro com eles, dê uma guinada em sua estratégia e comece a enviar outros tipos de e-mail.

Para que não falte inspiração, aqui estão alguns exemplos divertidos de e mail para ajudar a manter seu público envolvido com sua marca.

10 exemplos de newsletters divertidas

Exemplo de mailing #1: o teaser

Você está planejando um grande lançamento? Enviar um email é uma das melhores maneiras de informar seus assinantes sobre o que eles deveriam esperar.

Mas há uma maneira de criar expectativa antes mesmo do lançamento.

O efeito que você deseja alcançar é o mesmo de quando você está assistindo a uma série e o episódio termina com uma reviravolta dramática no final (o famoso suspense).

Ou seja, o objetivo desse tipo de e-mail é informar ao seu público algo interessante, mas não passar todas as informações. Sim, você quer que seu público seja fisgado, eles precisam ficar querendo saber mais.

As marcas de moda sabem muito bem como explorar o efeito teaser, por exemplo, enviando campanhas de email marketing antes de lançar uma nova coleção.

Exemplo de mailing #1: o teaser

Exemplo de newsletter Sezane

Exemplo de newsletter  #2: o e-mail de boas-vindas

Os emails de boas-vindas são um dos grandes clássicos de qualquer estratégia de mala direta, e por boas razões.

Para começar, eles são o tipo de e-mail que gera mais engajamento, com taxas de abertura e cliques que excedem em muito as de qualquer outro tipo de campanha.

E não para por aí: e-mails de boas-vindas geram três vezes mais transações e lucros do que campanhas promocionais normais.

Exemplo de newsletter  #2: o e-mail de boas-vindas

Fatos sobre e-mails de boas-vindas – Inbox Army

Seus leitores acabaram de se inscrever, então o interesse deles está em alta. É por isso que você deve aproveitar a oportunidade para criar uma boa primeira impressão e explicar-lhes o que podem esperar encontrar em seus emails.

Você precisa enviar-lhes mais do que uma mensagem de boas-vindas. Será preciso oferecer recursos para ajudá-los a aprimorar o relacionamento com sua marca. Em outras palavras, o e-mail de boas-vindas  é  sua primeira chance de manter seu público interessado e esperando por mais emails.

Por exemplo, você pode aproveitar para orientar os primeiros passos explicando por onde começar, tirando dúvidas frequentes ou dando dicas para ajudá-los a aproveitar ao máximo seu produto ou serviço.

Exemplo de newsletter  #2: o e-mail de boas-vindas

Exemplo de newsletter  da Les Mills

Exemplo de newsletter  #3: Checklist

Nós, humanos, amamos listas por vários motivos: podemos analisa-las rapidamente, elas são fáceis de ler e, acima de tudo, sabemos o que esperar, o que vem a seguir. Isso nos dá segurança.

E é um formato que você pode adaptar a diferentes tipos de conteúdo: artigos de blog, listas de verificação, postagens em mídias sociais e, claro, campanhas de e-mail.

Coloque sua mente no modo “lista” , porque você pode criar listas de praticamente qualquer coisa.

Você só precisa atender a dois requisitos: que a lista seja útil para seu público e que esteja relacionada ao seu negócio e aos problemas que seu produto ou serviço resolve.

Assim como este exemplo do Freeletics, um email com checklist que é divertido e ao mesmo tempo serve para apresentar novidades sobre o seu produto.

Exemplo de newsletter  #3: Checklist

Exemplo de newsletter  do Freeletics

Este formato é tão poderoso que existem muitos tipos diferentes de email de checklist.

É por isso que os seguintes exemplos de campanhas de newsletter tratam exatamente disso, listas, sejam elas de recursos, conselhos ou mesmo séries de listas.

Exemplo de campanha #4: Lista de recursos

Seus leitores têm um problema. E você tem muitos recursos que podem ajudá-los a descobrir isso. BUUUUM! Combinação vencedora.

Tudo o que você precisa fazer é colocar todos os links juntos em uma lista para que seu público possa acessar facilmente todas essas informações.

E o melhor é que podem ser seus próprios recursos, por exemplo do seu blog ou canal do YouTube – e desta forma você aproveita para dar-lhes um impulso de visibilidade – mas também podem ser recursos de outros sites que você acredita que serão relevantes para seu público-alvo.

A única coisa que importa é que a lista seja bem organizada e que cada recurso seja interessante e útil para o seu público.

Exemplo de newsletters realmente interessantes

Exemplo de campanha #4: Lista de recursos

Ejemplo de mailing de Really Good Emails

Exemplo de newsletter  #5: lista de dicas

Se você está à procura de ideias para uma campanha prática e simples, este é um dos emails mais rápidos e eficazes que você poderia criar.

E quem melhor do que você para aconselhar seu público sobre tudo relacionado ao seu produto ou serviço?

  1. Crie uma pequena lista de dicas (três ou quatro serão suficientes)
  2. Escreva um ou dois parágrafos sobre cada ponto (sempre mantenha o tom prático)
  3. você pode criar a mensagem na sua ferramenta de mala direta favorita

E voilà! Basta enviar.

Exemplo de newsletter  #5: lista de dicas

Exemplo de newsletter do LinkedIn

O LinkedIn é uma das empresas que sabe tirar o máximo partido deste tipo de email e, de fato, uma parte importante da sua estratégia de mailing baseia-se no envio de listas de dicas.

Por quê? Porque eles sabem que se seus usuários aprenderem a usar melhor a plataforma, eles a usarão mais, e isso é uma boa notícia para seus negócios.

Exemplo de mailing #6: lista sequenciada

Este tipo de email combina dois recursos populares de marketing por email: O email com lista, que já vimos, e a série ou sequência de emails.

Ou seja, você compila uma lista de dicas, recursos, problemas, desafios … você escolhe. Mas em vez de colocá-los todos juntos em um único email, você poderia desenvolver cada ponto da lista em um email e enviar uma série de emails com informações sequenciais relevantes para seus assinantes.

Você pode agendar newsletters regularmente, para que cheguem diariamente ou semanalmente. A chave está, claro, na qualidade do conteúdo: se for realmente bom, isso manterá seu público ligado e esperando a próxima dica.

Este exemplo do Lucidchart é uma mistura de lista de dicas e sequência de boas-vindas. Assim que você se inscreve, começa a receber uma série de emails, cada um com uma dica que o ajuda a aproveitar melhor a ferramenta.

Exemplo de mailing #6: lista sequenciada

Exemplo de newsletter  Lucidchart

Resumindo, um sistema 4 em 1: você tem uma lista, oferece dicas, uma sequência de emails e recebe bem seus novos assinantes com uma única estratégia.

Exemplo de newsletter #7: história de sucesso

Partimos do princípio de que o seu público se inscreveu na sua lista porque está interessado no que você oferece e porque tem um ponto de dor que o seu produto ou serviço resolve.

Você precisa demonstrar nos seus emails que você quer ajudar seus assinantes e que você sabe do que eles precisam, mas não é fácil fazê-lo de uma forma divertida e sem soar muito comercial.

O tipo de email que o ajuda a conseguir exatamente isso é a história de sucesso ou estudo de caso: uma história onde você explica ao seu público como outras pessoas que estavam na mesma situação conseguiram resolver o problema.

O segredo é tornar o conteúdo prático e útil para o seu público, focando nos problemas do usuário.

E que papel sua solução desempenha em tudo isso? É simples: pense que o protagonista desse trabalho é  ponto de dor e que seu produto ou serviço não é a estrela, mas um personagem secundário da história que você está contando.

Exemplo de newsletter #7: história de sucesso

Exemplo denewsletter  #8: hábitos

Criar um hábito é a base para mudar um comportamento. Portanto, se o sucesso do seu negócio está relacionado à mudança de comportamento do seu público de alguma forma, primeiro você deve ajudá-los a mudar seus hábitos.

O treinamento de hábitos é uma ferramenta superpoderosa que vai muito além de manter o seu público viciado.

Portanto, entende-se que estamos falando em criar bons hábitos; hábitos que os ajudarão a atingir seus objetivos ou a resolver seus problemas. Você sabe… para usar o poder do marketing por e-mail para o bem 🙂

Existem dois tipos de e-mail especialmente úteis para a criação de hábitos:

  1. Os emails de lembrete, para realizar uma determinada ação
  2. Os emails nos quais algum tipo de progresso é comunicado

Você pode enviar um e-mail quando seus usuários realizarem uma determinada ação que você deseja reforçar positivamente.

Por exemplo, o aplicativo Petit Bambou envia um e-mail para seus usuários após cada meditação. É como um resumo do que aprenderam e, ao mesmo tempo, aproveitam para dar conselhos que os clientes podem  colocar em prática entre as sessões.

Exemplo denewsletter  #8: hábitos

Exemplo de newsletter Petit Bambou

Exemplo de newsletter #9: o tutorial

Quem disse que a única forma de ensinar seu público a fazer algo é com um tutorial no YouTube ou no seu blog?

Um tutorial passo a passo também pode ser um tipo perfeito de e-mail para manter seu público conectado à sua marca, enquanto ensina como eles podem tirar o máximo proveito de seu produto ou serviço.

E para evitar sobrecarregar o e-mail com texto, você pode incluir uma lista de etapas o mais concisa possível e adicionar links para expandir as informações sobre cada etapa, caso você tenha publicado artigos mais longos em outro lugar.

Isso é exatamente o que eles fazem no e-mail no exemplo a seguir (confira as dicas).

Exemplo de newsletter #9: o tutorial

Exemplo de newsletter  Arengu

Exemplo de campanha #10: a apresentação (atraente) do produto

Uma coisa é falar constantemente sobre seu negócio de forma comercial (não há nada de divertido nisso). Mas outra coisa diferente é apresentar notícias relevantes do seu produto ou serviço, intercalando-as com outros tipos de e-mails.

Principalmente se você apresentar o conteúdo de forma atrativa, por exemplo, usando recursos visuais, vídeos, gifs, emojis ou incluindo pequenas dicas práticas.

Dê uma olhada neste exemplo de Todoist, onde as notícias são sempre apresentadas do ponto de vista do usuário, com foco nas vantagens.

E isso se soma a boas imagens do produto, com mudanças no formato dos textos (negrito, emojis) que facilitam a leitura dos textos, com listas de dicas e recursos, etc.

Exemplo de campanha #10: a apresentação (atraente) do produto

Exemplo de mailing de Todoist

E se você procura mais ideias para suas campanhas de mala direta, temos outros tutoriais com análise de newsletters e dicas úteis que podem ajudá-lo a criar uma newsletter mais eficaz.

Julia Gómez Acuña

Traduzido por Micheli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.