10 maneiras de melhorar o resultado de suas newsletters de divulgação

E-mails de divulgação são uma das formas mais comuns e, possivelmente, mais eficazes de enviar sua mensagem para o maior número possível de destinatários, mas para preparar este tipo de campanha, é preciso muita reflexão e planejamento cuidadoso, já que um erro de planejamento poderia colocar tudo a perder. O mínimo que poderia acontecer neste […]

E-mails de divulgação são uma das formas mais comuns e, possivelmente, mais eficazes de enviar sua mensagem para o maior número possível de destinatários, mas para preparar este tipo de campanha, é preciso muita reflexão e planejamento cuidadoso, já que um erro de planejamento poderia colocar tudo a perder. O mínimo que poderia acontecer neste caso é você descobrir que desperdiçou seu tempo, mas o desastre ainda pode ser maior: Você poderia desperdiçar dinheiro, recursos e isto impactaria negativamente em sua lista de emails e em sua estratégia de marketing.

Você pode enviar muitos emails, mas quantas pessoas realmente respondem? Você pode pensar que tem as linhas de assunto e o conteúdo mais incrível, mas precisará de alguns truques para que tudo funcione corretamente.

No que diz respeito à sua lista de emails, você está seguro de que só está trabalhando com assinantes double opt-in? Dê uma olhada nas linhas de assunto que você está usando – elas são enganosas de alguma forma ou provavelmente deixarão o seu destinatário entediado ou não conseguiram gerar o interesse necessário?

Os emails que você está enviando não são totalmente relevantes ou muito impessoais? Os links incluídos em seus emails estão quebrados ou direcionando as pessoas para os lugares errados?

Você se lembrou de incluir uma chamada à ação e considerou cuidadosamente seus emails de acompanhamento?

Quando se trata de uma campanha de divulgação por email, certamente há muito que considerar, mas se você identificar os prós e contras da sua estratégia, poderá minimizar possíveis problemas e isto irá ajudá-lo a melhorar seus resultados.

No post de hoje, iremos dar-lhe 10 dias que o ajudarão a melhorar os resultados das suas newsletters de divulgação:

1.  Revise sua lista de emails

Que você só deve enviar uma newsletter para assinantes que aceitaram receber seus emails não deveria ser novidade para você. Mas não podemos começar este artigo sem falar sobre isto.

Enviar emails apenas para usuários interessados em recebê-los é o primeiro passo para o sucesso de qualquer estratégia de email marketing. Se os assinantes não estão engajados, é provável que o nível de interação com seus emails seja muito baixo.

Se você enviar emails para usuários que não se inscreveram, está enviando spam e isto trará consequências graves para a reputação do seu domínio e para todas as suas próximas campanhas.

2.  Pesquisar, pesquisar, pesquisar

Faça o máximo de pesquisa de histórico possível para ter certeza de que seus emails de divulgação estão sendo enviados para os destinatários certos. Você tem certeza de que selecionou a lista de assinantes que irá receber a mensagem corretamente? Revise seus relatórios, as estatísticas de campanhas anteriores e o nível de interação com seus contatos.

Entender o que seus assinantes esperam receber de você será vital para enviar uma newsletter com informações relevantes para todos os destinatários da campanha.

3.  Personalize o seu tom

Pense bem para quem você está escrevendo. É o CEO da empresa ou um funcionário de nível médio de uma start-up? Certifique-se de usar o tom certo para que você não seja muito formal ou amigável, ou vice-versa.

O tom da campanha deveria ser adequado ao leitor, para que a mensagem não seja ignorada, ou pior, não incomode ou ofenda. Você quer ser engraçado ou impressionar com palavras mais rebuscadas?

Você precisa usar frases mais longas ou curtas? Pense exatamente com quem você está ‘falando’ e ajuste sua ‘voz’ de acordo.

4. Não seja chato!

Pense bem em cada palavra do seu email. Você está chegando ao ponto rápido o suficiente? Você está expressando conceitos monotonamente de maneira repetitiva? Você poderia usar um toque de humor para iluminar as coisas e fomentar mais interação?

Pense no tamanho do email – é tão longo que a capacidade de atenção do leitor começa a se dispersar ou ele não quer lê-lo em primeiro lugar? Você consegue pensar em uma forma diferente de explicar as mesmas coisas? Você acha que seus assinantes estarão interessados em responder a sua mensagem? Martin Fitz-Johnson, gerente de marketing da Big Assignments and UK Writings, afirmou: “Não há nada pior do que um email longo e desinteressante. Isso fará com que o destinatário cochile na frente do laptop. Seja conciso! Seja envolvente! Seja relevante! E você verá resultados muito melhores. ”

5. Use linhas de assunto curtas e fácil de entender

A linha de assunto é o título da mensagem. É como gritar uma mensagem através de um megafone quando você só tem algumas palavras para fazer isso, então seja cativante!

Torne-a vigorosa, envolvente e verdadeiramente eficaz para que os destinatários do seu email pensem ‘Bem, preciso dar uma olhada nisso!’ ao ler o assunto do seu email. O humor também pode funcionar muito bem, ou algo único ou peculiar. As estatísticas demonstram que apenas 8,5% dos emails de divulgação recebem uma resposta, você precisará  ser muito

criativo. Aparentemente, as linhas de assunto entre 36 e 50 caracteres são ideais para gerar respostas, portanto, não exagere, mas não crie uma linha de assunto muito curta. Diz-se que emails de divulgação com linhas de assunto longas têm uma taxa de resposta 24,6% maior, em média.

6. Evite confundir ou enganar seus assinantes!

Verifique, verifique, verifique e verifique se tudo no conteúdo da linha de assunto e no corpo do email está correto e não enganoso de forma alguma. Isso é especialmente verdadeiro para a linha de assunto.

A última coisa que você quer é que o destinatário pense que foi enganado de alguma forma, e pior para você se ele decidir denunciá-lo por violar as leis anti-spam. Seja inteligente, crie e envie informações corretas, mas certifique-se de que sua linha de assunto reflete diretamente o conteúdo da mensagem.

7. Sem links com problemas!

Links com problemas devem ser evitados a todo custo! Eles farão o destinatário do email revirar os olhos e, possivelmente, prometer nunca mais fazer negócios ou interagir com você novamente. Franklin  J. Pearce, escritor de marketing da Write my Australia & Australian Reviewer disse: “Certifique se de verificar seus links enviando um email de teste. Verifique todos os links para evitar parecer pouco profissional  e gerar descrédito para sua empresa, nenhuma empresa quer ser conhecida por links maliciosos ou quebrados!” Enviar uma newsletter de teste também garantirá que você verifique cada palavra do email e também os links de chamadas à ação.

8. Chamadas à ação eficazes

O objetivo de um email de divulgação é que o destinatário responda da maneira que você gostaria. Você quer que eles ajam, então precisará adicionar uma chamada à ação eficaz. Nossa recomendação seria adicionar apenas uma, para não confundir o leitor. Se ele tiver dúvidas sobre qual link visitar primeiro, poderia terminar por deixando para fazê-lo mais tarde, e este “mais tarde” pode ser nunca mais. Decida o que você deseja que o destinatário do email faça e declare isso claramente  no final do email.

Aparentemente, usar uma única chamada à ação pode aumentar os cliques em 371%, então pense com cuidado o que você gostaria que o seu assinante fizesse e destaque sua CTA. Você quer persuadir, mas também ser específico. A chamada à ação deve resumir todo o conteúdo do seu email.

9. Evite jargões e palavras da moda

Se você quiser irritar o destinatário, use palavras chatas e usadas de buzz spam como ‘Inscreva-se agora’, ‘Ganhe milhões facilmente!’, ‘Ganhe $ extra de renda’, ‘Dinheiro rápido grátis!’ etc – você não está anunciando uma venda de garagem ou um esquema de enriquecimento rápido! Além disso, e isso pode parecer estranho – mas as estatísticas confirmam – você provavelmente deveria excluir a palavra ‘newsletter’, pois as taxas de emails abertos despencam em quase 19% quando você usa esta palavra na linha de assunto. Muito curioso, certo?

10. O acompanhamento perfeito

Você vai enviar esse email e depois o que? Você vai sentar-se e aguardar os cliques, as respostas e o engajamento? Não! Você precisa fazer um acompanhamento, mas seja experiente e inteligente. Não aborreça seus contatos perguntando se eles receberam seu email, se tem alguma dúvida, ou por que não responderam. Não envie emails com o assunto ‘última chance’ ou ‘tentativa final’. E-mails de seguimento podem aumentar as respostas – afinal, seu destinatário pode estar super ocupado e não parou para ler o primeiro – mas uma mensagem criativa e diferente poderia funcionar. No entanto, não seja chato; cutucadas gerais com conteúdo ligeiramente novo podem funcionar bem. A persistência, como sabemos, pode trazer resultados, mas se você ultrapassar a linha e irritar seu assinante, ele provavelmente irá marcar sua newsletter como spam.

Com a maioria dos emails de divulgação sendo ignorados, siga as dez dicas neste artigo e faça o seu se destacar. Seja relevante, personalize seu tom, reserve um tempo para criar um conteúdo impactante e envolvente, não se esqueça de usar uma chamada à ação clara e direto ao ponto  e de criar emails de seguimento diferente, este é o melhor caminho para divulgar seus produtos ou projetos.

 

Traduzido por Micheli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.