O que são spamtraps?

Muitos usuários nos fazem esta pergunta.

Este post vai servir como esclarecimento e explicação sobre este conceito.

Uma Spamtrap significa literalmente uma armadilha para spammers, mas vamos ver uma definição mais técnica, de acordo com a Microsoft:

“Os endereços de email spamtraps são criados e mantidos por ISPs e empresas de listas negras por terceiros com o único propósito de detectar spammers. Usar este tipo de endereços em um e-mail pode prejudicar a sua reputação e fazer com que seu domínio seja incluído em listas negras.”

A Microsoft, por exemplo,  é um dos ISP públicos que criam ativamente spamtraps para detectar usuários que não estão cumprindo as normas necessárias para enviar email marketing para seus clientes. Vamos ver um exemplo prático.

A Microsoft cria um portal ou utiliza qualquer página de um website existente para adicionar na página de contato um outro endereço de email, pode ser um mailto ou diretamente no código do formulário. Este outro endereço logicamente não foi registrado para receber qualquer newsletter, no entanto spammers vão enviar mensagens para estes endereços, pois utilizam softwares de extração de emails para buscar endereços em websites.

Quando alguém envia uma newsletter para este endereço, a Microsoft já sabe que o remetente não está enviando para bases de dados 100% opt-in e este usuário será penalizado. Duramente penalizado pois estas são spamtraps de elevada gravidade ou importantes porque confirmam que o remetente está violando a primeira regra para a detecção de spammers, ou seja, um usuário que não faz spam só envia emails para usuários que se cadastraram para receber seus emails.

Há outras spamtraps que não são tão problemáticas ou que não afetam tanto a reputação, embora sempre tenham consequências graves para o remetente. Estes endereços são utilizados para detectar a violação de outras regras.

Por exemplo, se você tiver na sua base de dados um email legítimo de um usuário do Hotmail que excluiu sua conta, durante seis meses o servidor destino irá devolver a mensagem com um erro de hard bounce para indicar ao remetente que não deve mais enviar emails para este endereço. E depois destes seis meses, a Microsoft reativará a conta como spamtrap. Neste caso, o remetente estará violando a regra de não enviar mais emails para hard bounces.

Outro exemplo, como no caso anterior, um do Hotmail decide excluir sua conta de email. No entanto, neste caso, o servidor do hotmail continua a receber emails desta conta, sem qualquer mensagem de bounce, mas sem interagir com o remetente de forma alguma. Após três meses o email será convertido em uma spamtrap para detectar descumprimento da exigência de que você apenas deve enviar para emails ativos que interagiram com o remetente no último trimestre.

pregunta

Como fazer para detectar spamtraps?

Com IPs dedicados, ferramentas de  feedback da Microsoft como o SNDS podem nos informar se uma campanha tem spamtraps e quantas:

Mas é claro que não indicam quais são estes emails, uma vez que, por definição, as spamtraps precisam ser secretas. Portanto, não há maneira de saber quais emails são spamtraps.

spamtraps

Algumas empresas anunciam que têm sistemas de engenharia reversa que tentam localizar esses endereços, mas, embora tecnicamente poderia Ser possível, é uma violação flagrante dos termos de uso dos ISPs e é facilmente detectável, o que poderia fazer com que os IPs e domínios fossem bloqueados para sempre.

No entanto é possível localizar sem violar as regras as partes livres de spamtraps da sua base de dados, excluindo os endereços afetados. você pode entrar em contato com o nosso Atendimento ao Cliente para obter mais informações.

pregunta

Por que eu tenho spamtraps se a base de dados é opt-in e os registros são legítimos?

A resposta a esta pergunta é, geralmente, que a empresa em algum momento adquiriu bases de dados de terceiros. Muitas vezes, essas empresas não tem o cuidado necessário e as bases de dados não são 100% opt-in.

Embora não seja recomendável trabalhar com empresas de registros de bases de dados, se você estiver contratando os serviços de uma empresa de leads séria, deve sempre exigir confirmação por escrito de que as leads foram obtidas com registros double optin, que as bases de dados estão atualizadas e foram excluídos e-mails antigos, inválidos e inativos

Neste outro post você pode encontrar algumas dicas para verificar a qualidade de uma base de dados.

Outra razão plausível para que uma base de dados tenha spamtraps embora seja legítima é o fato de que muitos usuários trabalham com endereços antigos e fazem campanhas de reativação, tentando enviar campanhas para conseguir que o usuário volte  a interagir com as newsletters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.